Alabama America do Norte Birmingham Chattanooga Estados Unidos Jackson Luisiana Memphis Mississipi Missouri Nashville New Orleans Nossos Roteiros Pelo Mundo St Louis Tennessee

Road Trip | St Louis, Memphis, Nashville, Chattanooga, New Orleans e todo nosso último roteiro pelos Estados Unidos

Finalmente o roteiro da nossa última road trip pelos Estados Unidos está no ar. Passamos por St Louis no Missouri , Memphis e Nashville, Chattanooga no Tennessee, Rock City na Georgia, Birmingham no Alabama, Jackson no Mississipi e New Orleans na Luisiana.

Passamos por 6 Estados, cruzando o país por uma das rotas mais conhecidas pelos amantes da música.  Uma viagem de 30 dias no inverno de 2018 pela rota do blues, paisagens incríveis, lugares históricos e muitos hotéis e restaurantes incríveis.

Desviamos da rota original para conhecer Chattanooga e suas paisagens espetaculares. Pois vocês já sabem que todas as nossas viagens tem que ter algum destino “Wow”no percurso.

Veja abaixo um mapinha com nosso roteiro, passeios e restaurantes que conhecemos nesta viagem. Clique no quadradinho do lado esquerdo para ver os detalhes do mapa e todos os locais e endereços.

Compre aqui seu chip pré pago com desconto (use o cupom SPICY) e chegue conectado!

Nossa viagem começa em St Louis no Missouri (assista o vídeo que gravamos por lá aqui), onde o marido foi fazer um workshop e que deu início a nossa viagem. Essa rota costuma ser feita de Chicago até New Orleans, mas como já fomos duas vezes para Chicago, pulamos esta parte. Mas você pode ver todas as dicas de Chicago aqui.

Saímos de São Paulo, fizemos uma escala em Miami e voamos para St Louis. Lá ficamos em dois hotéis. O primeiro foi o Hilton At Ballpark, que fica no centro, na frente do estádio do Cardinals e pertinho do arco.

Nosso segundo hotel foi o histórico The Chase Park Plaza Royal Sonesta St. Louis. que fica no Forest Park, uma região mais bacana da cidade e super bonita.

St Louis é uma cidade com atividades bem espalhadas. Para explorar bem a cidade e região é bacana ter carro, assim como a maioria das cidades que passamos. Tirando New Orleans, o carro será útil durante todo o passeio.

Pegamos -16 graus na cidade então não conseguimos fazer alguns dos passeios mais famosos como o The Gateway Arch (que agora tem o novo museu) Missouri Botanical Garden  e aproveitar bem a região do Forest Park e os museus.

Mas aproveitamos St Louis para visitar os amigos e para comer bem. A cidade tem opções incríveis que linkei no mapa acima e mostrarei tudo no próximo post com vídeo.

Para os amantes da arte dois passeios imperdíveis são o Missouri Botanical Garden que tem um tour maravilhoso aberto ao público e o National Blues Museum.

Nos próximos dias este primeiro video entrará no ar.

Depois de St Louis seguimos para Memphis (vej vlog e o post com todas as dicas aqui), a terra do Elvis Presley. Chegamos por lá a noite e fomos direto para Madison Hotel, hotel todo decorado com estilo musical, com ótimo atendimento, muito bem localizado mas nosso quarto deixou muito a desejar. Precisava de uma bela renovação para ficar bacana.

Mas pelo que pesquisamos, Memphis é escassa de boas opções de hotéis. Nós queríamos ficar neste aqui mas não havia mais vagas.

Como estávamos no meio do inverno, as ruas eram bem vazias a noite. Há áreas mais perigosas, então nos indicaram caminhar apenas dentro de um perímetro x para não corrermos riscos.

Em Menphis, fomos em alguns bares da Beale Street assistir os shows, fizemos um tour muito legal na fábrica da Gibson (sério, ver a fabricação de uma guitarra elétrica do início ao fim é emocionante), vimos a entrada dos patinhos no The Peabody Memphis, fizemos o tour no Sun Studio (o berço do Rock e onde o Elvis gravou seu primeiro disco), visitamos o National Civil Rights Museum e o Lorraine Hotel (local onde Martin Luther King Jr foi assassinado), visitamos a Bass Pro Shops at the Pyramid que é aquela loja de equipamentos esportivos, que fica dentro de uma gigantesca pirâmide com um elevador panorâmico e uma vista maravilhosa da cidade. Sério, é a loja mais legal que você vai conhecer rs.

Também comemos nos famosos restaurantes da cidade, desde o famoso lanche do Central BBQ até o moderninho The Gray Canary que fica junto com a destilaria.

Reservamos um dia para ir até Graceland, achando que haveria tempo de sobra, mas não. Passamos o dia inteiro na terra do Elvis que é definitivamente uma Disney para os fãs.

Eu achava que o tour seria apenas na casa do Elvis com algum museu pequeno junto mas não, o local é gigantesco, tem dezenas de museus, restaurantes temáticos e a vida inteira do Elvis exposta lá.

Fizemos o tour completo que dá direito a casa, os museus e os aviões do astro do rock. Farei um post exclusivo para mostrar um pouco deste “mundo” em breve.

Enfim, passamos 3 noites na cidade e achamos que foi suficiente.

Nossa terceira parada foi Nashville (veja todas as dicas e vídeo aqui) onde passamos 3 noites e uma próxima eu passaria pelo menos 5, afinal a cidade tem muitas atividades e é uma delícia. Foi uma supresa, é a cidade que mais gostei na viagem.

Desta vez optamos por nos hospedar em um apartamento/hotel. Ficamos no SoBro Guest House, que é pertinho do centro, lindo, novíssimo, moderninho, com cozinha totalmente equipada, máquina de lavar roupas (que eu amo em viagens longas) e até vitrola. Super limpo com serviço de limpeza diária igual de hotel.

O problema é que como a maioria dos prédios de poucos andares, não há elevador. Então na hora da reserva, peça um quarto no térreo para não ter que subir as escadas com as malas. E outra dica, o check-in é feito por email. Um dia antes da sua chegada eles enviarão o código da entrada e do seu apartamento. Não há portaria e somente um telefone com assistência 24 horas. Então recomendo que faça o check-in antes para não ficar parado no estacionamento até finalizar o check-in no celular.

Nashville é uma cidade que respira música. Bares com todos os estilos musicais com bandas ao vivo o dia inteiro. Tours com os estúdios que recebem artistas do mundo todo. Museus maravilhosos, ruas bonitas e limpas, seguras e gostosas de andar. A cidade tem ótimos restaurantes e uma arquitetura belíssima.

Nós fomos no Ryman Auditorium, no Country Music Hall of Fame and Museum, no The Johnny Cash Museum, fizemos o workshop na Hatch Show Print, e fizemos um tour muito legal para dar uma geral na cidade.

Na área “The District” é bacana andar de bar em bar em busca dos artistas que estão se apresentando no momento. Dia e noite há ótimos shows.

No caminho para Chattanooga, paramos em Lynchburg  para um dos passeios mais interessantes da viagem e que me surpreendeu muito. Fizemos o combo almoço e visita a destilaria Jack Daniel’s (mostrei aqui) e apesar de não bebermos whiskey (eu porque não gosto e o marido porque estava no volante) o passeio foi muito interessante.

Começamos com o almoço no Mary Bobo’s Boarding House and Restaurant, uma antiga casa que servia almoço para os trabalhadores da destilaria e hoje recebe turistas somente com visita agendada. Nós descobrimos por acaso olhando o site para marcar o tour e demos uma mega sorte de conseguir um lugar no restaurante. Sim, as pessoas dizem que o ideal é fazer a reserva pelo menos 3 meses antes.

No post sobre o local darei mais detalhes, mas enquanto isso sugiro que quem tiver interesse olhe bem o site que tem tudo por lá. Pagamos 25 dólares por adulto e valeu muito a pena. Comida super caseira e gostosa e uma experiência incrível.

Depois pegamos o nossa carro, paramos no estacionamento da destilaria e seguimos para o nosso tour (tour seco sem degustação por 15 dólares por pessoa). Fizemos a reserva pela internet pois é comum não haver vagas no dia e conhecemos todo o processo da única fábrica da Jack Daniel’s no mundo. Desde o processo inicial da queima do carvão para a filtragem, até o envase. É muuuuito legal, gostando de whiskey ou não.

Depois ainda passamos no centrinho da cidade para conhecer a lojinha da Jack Daniel’s e comprar uns lembranças. No total o passeio durou umas 5 horas.

A próxima parada foi em Chattanooga, ainda no Tennessee. Esta foi nossa parada “wow” ou parada com natureza e muitas paisagens.

Descobri a cidade enquando fazia o roteiro e fiquei encantada. Lá do ladinho da cidade, já na fronteira com a Georgia, está a Rock City e o “See 7 States”, ponto que conseguimos avistar os 7 Estados americanos ( Alabama, Georgia, Kentucky, North Carolina, South Carolina, Tennessee, e Virginia). O passeio é belíssimo e cheio e coisas para fazer. Uma trilha no meio das pedras misturado com uma terra de gnomos, uma cachoeira no meio das montanhas em uma estrutura super legal para todas as idades.

Lá pertinho da Rock City está a Ruby Falls, uma cachoeira enorme que fica dentro de uma caverna. Pegamos um elevador para descer até o fundo da caverna e caminhamos mais uns 40 minutos no meio de formações rochosas belíssimas para no final dar de cara com a enorme cachoeira e seu show de luzes. Um passeio super interessante.

Por último o The Incline Railway, afinal, não poderíamos deixar uma viagem sem um trem, né? O passeio aqui é no trem mais inclinado que já conhecemos com uma vista surpreendente lá do alto. Outra experiência espetacular para nossa coleção.

Lá, nos hospedamos no The Westin Chattanooga, um dos hotéis mais novos e bem avaliados da região. Bem centralizado, com restaurantes próximos e passeios no centro da cidade.

Como nosso foco eram os passeios de natureza e passaríamos somente duas noites na cidade, não vimos muito da cidade, somente um tour de carro para conhecer a região. Em uma próxima eu ficaria uma noite a mais, pois foi um local que me encantou muito. Um destino legal também para quem estiver passeando em Atlanta (veja nossas dicas de Atlanta aqui).


Antes de ir para New Orleans, tínhamos uma longa estrada pela frente e optamos por fazer duas paradas e conhecer mais duas cidades. A primeira foi Birmingham no Alabama, pois eu tinha visto que a cidade era bem bonitinha e ficaria em uma distância boa para uma viagem tranquila de poucas horas. Nos hospedamos no maravilhoso Elyton Hotel, um hotel de design que fica no prédio de um banco histórico e tem uma decoração moderna maravilhosa.

Por lá só passeamos pela cidade de carro pois já era tarde, passamos no Apple para arrumar meu celular que tinha dado pau e jantamos fondue no The Melting Pot, uma rede de restaurantes americana que serve fondues salgados e doces por preços bem bacana. Nada comparado a um verdadeiro suíço, mas é bem gostoso para matar a vontade.

Dia seguinte já seguimos para a histórica Jackson, no Mississipi, para nos hospedarmos no Fairview Inn, um casarão de 1908, incrível, do jeito que eu amo. A paradinha por lá foi só para ficar no hotel que por si só já é um museu. Nosso quarto era incrível com os móveis de época e uma decoração muuuito fofa.

O hotel tem dois restaurantes lindos e café da manhã a la corte incluso na diária.

Um dos museus mais procurados da cidade é o Mississippi Civil Rights Museum que não fomos, pois nos disseram que era muito parecido ao museu de Memphis.

Finalmente no nosso último destino. Reservamos 6 dias para New Orleans pois há anos queríamos visitar a cidade e ter tempo para fazer tudo.

O hotel escolhido foi o histórico e totalmente reformado Pontchartrain Hotel St. Charles Avenue. Local que recebeu os grandes astros da música sulista e presidentes americanos. Decoração incrível de época, quartos enormes e um rooftop super concorrido na cidade. O hotel tem parada do bonde bem em frente, o que facilita muito já que New Orleans não é uma cidade legal para ficar com carro. Use bondes ou Uber que é bem melhor.

Mas de cara eu me decepcionei com a cidade. Achei suja, perigosa, o povo nada receptivo e quase me arrependi de ter dedicado tantos dias para lá. E passando pela famosa Bourbon Street que tive quase certeza do meu arrependimento. Uma bagunça de gente bêbada que deve ter piorado por conta da proximidade com o Mardi Gras que tinha acontecido nas semanas anteriores.

Esta sensação demorou para passar e só passou depois que visitamos os museus e parques, e fizemos um tour pela arquitetura local. Os edifícios franceses e espanhóis são memoráveis. A arquitetura e história da cidade não deixa a desejar, e talvez devido aos últimos desastres naturais a cidade demanda muito cuidado, não está ainda da forma que eu imaginava.

Fomos ao Museu Nacional da Segunda Guerra MundialNew Orleans Museum of Art, ao Sydney and Walda Besthoff Sculpture Garden, passeamos pela Magazine Street, pelo French Quarter, pela Jackson Square, fomos até o Pier e os outlets, no Cafe du Monde, no Carrousel Bar, no Cochon Butcher, no The Spotted Cat Music Club, no The Spotted Cat Music Club, no B.B. King’s Blues Club e em vários lugares imperdíveis na cidade.

Mas deixando de lado esta má impressão, foi interessante conhecer os famosos bares da Frenchmen Streett, experimentar alguns pratos locais e vivenciar um pouquinho de uma cidade tão pitoresca e cheia de música por todos os cantos. Os artistas de rua são sensacionais e os detalhes das antigas construções são muito especiais.

Mas acho que ficamos tempo suficiente para não ter mais vontade de voltar para lá :). Mas em breve entrará no ar um vídeo com tudo que fizemos em New Orleans.

E assim foi nossa última viagem pelos Estados Unidos. Veja todos os nossos roteiros pelo mundo aqui.

Aguardem que na próxima semana já começaremos publicar os posts e vídeos de tudo que fizemos durante a viagem. Assine nosso canal aqui e não perca os próximos vídeos. 



Booking.com

Você também pode gostar...

6 Comments

  • Viviane
    29/07/2018 at 22:52

    Oi! Adorei o post! Vc acaba de me fazer incluir, definitivamente, Chattanooga na road trip que estou montando para o final do ano.
    😉

  • Rodrigo Ribeiro Gonçalves
    24/09/2018 at 17:48

    Cinthia, td bem? Uma dúvida, qual aeroporto vcs fizeram a entrada nos USA para esta viagem? Atlanta?

  • Cinthia Ferreira
    24/09/2018 at 22:08

    Olá 😉
    Chegamos por St Louis 🙂

  • Ester
    26/09/2018 at 16:39

    Adorei ler este roteiro! Destas cidades já visitei Nashville e New Orleans e gostei muito de ambas! O Sul dos EUA é lindíssimo (já para não falar que a comida sulista é maravilhosa!)

  • Cinthia Ferreira
    26/09/2018 at 16:43

    Sim, comemos muito bem em vários lugares 😉

  • Chattanooga | Rock City, Ruby Falls, a cachoeira na caverna e The Incline Railway | WORLD VENTURES
    12/10/2018 at 00:42

    […] Road Trip | St Louis, Memphis, Nashville, Chattanooga, New Orleans e todo nosso último roteiro pelo… […]

Comente aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Translate »