America do Norte Colorado Colorado Springs Estados Unidos Hotéis MInhas Viagens Turismo

Dica de Hotel | O paraíso The Broadmoor resort em Colorado Springs

Sabem aquele tipo de local que parece ter saído de um filme? Parece um cenário da Disney misturado com hotel de luxo e museu. Assim é o The Broadmoor Resort, um hotel espetacular em Colorado Springs, nossa primera cidade no Colorado.

Veja nosso roteiro completo aqui

Um dos melhores resorts dos Estados Unidos, o The Broadmoor vai completar 100 anos desde suas abertura oficial ao público. Hotel que recebeu personas como John D. Rockefeller, Walt Disney, Charlie Chaplin no passado e hoje em dia recebe hospedes com o príncipe Harry e as grandes celebridades do showbiz atual. O local é um espetáculo e mais parece uma mini cidade, uma vez que nos 3 dias que estivemos por lá, não conseguimos conhecer nem 70% do hotel.

E antes de se assustar com tanto luxo, o hotel tem um preço super bacana pelo que oferece. A diária sai o mesmo que um hotel básico em NY.

Veja aqui o post com video da nossa chegada a Colorado com várias dicas. 

Projetado no século passado o The Broadmoor vem ampliando suas terras desde então. Adquirindo novas propriedades, alterando as configurações da planta, adicionando novos prédios e renovando os antigos. Acima conseguimos ver uma parte do local, já que o The Broadmoor  ainda conta com casa na montanha, parques e até uma estrada de ferro.

Alugue carro para sua road trip pelos EUA com desconto clicando aqui

O atendimento é 5 estrelas, e não é a toa que o hotel ganha anualmente os melhores prêmios do mundo como AAA, Forbes e Condé Nast. Desde a entrada do resort você está cercado de uma arquitetura emblemática, obras de arte, mobiliário de época e funcionários de um lado para o outro deixando tudo perfeito.

Sabe aquele tipo de luxo que relembra os tempos antigos mas ao mesmo tempo te faz se sentir em casa? Pois assim é o  The Broadmoor.

A vista do lago é a que mais impressiona. Os prédios se dividem em duas alas e uma ponte atravessa o lago ligando os dois lados. Só para dar uma primeira volta ao redor do lago, parando para olhar alguns detalhes e áreas comuns, eu levei quase uma hora.

Sem contar a paisagem espetacular que cerca o hotel, montanhas, o céu azul e as árvores coloridas pelo outono deixaram o cenário ainda mais perfeito. Eu poderia passar umas semana por lá que estaria feliz em olhar para aquela paisagem o dia todo.

Nossa suíte ficava no terceiro andar no lado oeste com vista para o lago. Um quarto enorme e delicioso. Tudo clássico, renovado e muito bem cuidado. Uma cama de princesa.

O banheiro tem duas pias, banheira, tem janela com vista para o quarto e para a sacada. E os amenities levam o nome do próprio hotel.

O hotel é tão Pet Friendly que os pequenos hóspedes ganham coleira personalizada e um menu especial. É coisa mais fofa.

Andar pelo hotel é fazer uma visita no tempo ou entrar em um museu particular. Cada sala tem uma história. A biblioteca foi um dos meus cantinho favoritos. Mas ficava alucinada com cada candelabro, cada mesa esculpida e os pisos e mosaicos todos restaurados e intactos.

São salas e mais salas, salões de festas e espaços cuidadosamente decorados. Os hóspedes circulam e frequentam os cantinhos como se estivessem em suas casas.

Durante o tour ficamos conhecendo as obras de arte expostas no local e um pouquinho da história de um hotel que chegou a recepcionar de uma só vez os 100 homens de negócios mais importantes da época para uma festa privada a convite do antigo dono.

Uma das coisas que mais nos impressionou foi a quantidade de locais para comer. São mais de 13, entre lanchonetes e restaurantes de luxo. Cada espaço tem um dress code específico (confira aqui) para tornar a estadia ainda mais agradável. Mas o único que exige roupas totalmente formais é o premiado Penrose Room, que não chegamos a conhecer pois estava fechado.

O La Tavern, restaurante que já tinha sido renovado em 1853, ganhou um novo espaço em 2013, o Le jardin. O restaurante agora se divide em uma área fechada com bar de ostras, música ao vivo e ambiente bucólico. E uma área aberta maravilha com lustre de cristais e teto de vidro. Foi lá que almoçamos em um dos dia.

Comida americana com toque francês, menu feito com ingredientes locais e tudo muito delicioso. Mesmo estando nos restaurantes do hotel, a reserva é sempre interessante para garantir seu lugar. Dependendo da época eles ficam lotados.

Quem quiser um ambiente bem moderno, com prato mais requintados e uma adega de deixar os amantes de vinho de olhos arregalados, o Summit é a opção. O restaurante mais moderno do complexo abriu em 2006 e já recebeu vários prêmios.

O Summit fica do lado de fora das entradas do hotel, do outro lado da rua. O ambiente é lindo, agradável e um atendimento excepcional. Os nosso pratos estavam perfeitos. Tudo muito saboroso. Só de olhar me deixa com água na boca pois era tudo muito delicioso.

As sobremesas não ficaram para traz. Lindas e saborosíssimas.

Já passamos pela França, pela cozinha moderna e gora vamos para Itália. Na beira do lago fica o Ristorante Del Lago. O local foi inspirado nos vilarejos da cidade italiana de Como é é lindo.

Um dos restaurantes mais lotados, tem pratos italianos com pegada americana. Antepastos, assados e belas sobremesas. Tudo em um ambiente lindo e descontraído. O Gnocchi estava delicioso.

O primeiro restaurante que almoçamos foi o Natural Epicurean, que tem comidinhas naturais, orgânicas e saudáveis. Lá também há uma área de café da manhã com pastelarias francesas e americanas.

Agora quem quiser um enorme buffet de café da manhã tem que ir no Lake Terrace que também serve brunch, almoço e jantar em um espaço belíssimo.

O espaço ainda conta com o Golden Bee, um pub inglês, o Golf Club Dining, o Play at The Broadmoor e o Seven Falls Restaurant 1858, o restaurante que fica dentro do parque Seven Falls que fica pertinho do hotel.

E falando em Play, o restaurante fica dentro a área de boliche. Sim o hotel tem pistas de boliche incríveis e tecnológica e tem até cinema, onde os hospedes podem assistir filmes selecionados para cada dia.

Mas a grande diversão por lá é o Golf. O campo recebe vários campeonatos importantíssimos e recebe jogadores do mundo todo. Eu nunca vi tanto carrinho de golfe junto. O espaço é gigantesco, lindo e extremamente bem cuidado, como todo o complexo. Durante a nossa estadia ia rolar um torneio super importante e os jogadores estavam chegando por lá.

Para quem quer um espaço mais relax pode aproveitar as enormes piscinas aquecidas e completíssimo spa e no verão, se deliciar com a piscina ao ar livre que fica na ponta do lago.



E como não poderia faltar…há uma galeria de lojas dentro do complexo. Um mini shopping aberto, além das lojas e boutiques espalhadas pela propriedade. Sério, só precisamos sair do hotel para fazer os passeios pela cidade, mas eu teria ficado mais alguns dias por lá.

Para terminar uma foto da montanha. Lá no alto fica o Cloud Camping casa que faz parte do hotel e pode ser alugada por famílias e grupos durante a primavera e o verão. Vimos as imagens e é tudo muito lindo com tudo incluso e um sonho.  O The Broadmoor ainda  tem o The Ranch at Emerald Valley e o Fly Fishing Camp.

Nem preciso dizer que saímos de lá com gostinho de quero mais e não vejo a hora de voltar. Lugar lindo, com serviço excelente e comidinhas maravilhosas. Nem pensava em conhecer Colorado Springs ? Não já pode colocar o hotel e a cidade no seu roteiro.

E fique ligado aqui no blog que termos vários vídeos mostrando tudo que fizemos na viagem. Os passeios, os outros hotéis e todas as cidades que conhecemos.

The Broadmoor Resort –  1 Lake Avenue , Colorado Springs, CO 80906, Estados Unidos

.

O Spicy Vanilla esteve no Colorado a convite de Visit Colorado, Visit Colorado Springs.




Você também pode gostar...

2 Comments

  • Patricia Rensembarch
    02/01/2018 at 22:54

    Você viajou a convite, claro que eles melhoraram o atendimento sabendo que vc tinha blog e ia escrever. Acho que seria mais honesto vc ir como desconhecida e ver como eles tratam o viajante comum. E depois antiéticos são os grupos de curtidas…

  • Cinthia Ferreira
    03/01/2018 at 10:08

    Querida Patrícia. Não fale algo sem saber. Quando avaliamos um hotel deste tamanho os funcionários nem sabem quem somos. Tirando o tour que fizemos com a responsável pelo hotel. Sempre saímos sozinhos e avaliamos todos os detalhes. Este hotel é imenso. Então não julgue se não conhece nosso trabalho ok ? E se tiver dúvidas, entre nos sites de avaliação e pesquise pelo atendimento deste hotel. Acha que ele teria ganhado prêmios consecutivos das maiores empresas avaliadoras e prêmios de um dos melhores resorts do mundo se não tivesse bom atendimento ? Então pelo jeito vc não conhece a fundo meu trabalho e nunca leu outras resenhas de hotéis. Cansei de ficar a convite em hotéis com atendimento ou outra coisas ruins e deixar bem claro a minha opinião. Sim, acho péssimo grupos de curtida e se vc participa deles deve ter algum benefício para se sentir ofendida. Aqui não tem ninguém brincando em trabalho e nem vendendo opinião não. Resenha não é publicidade e minha opniao não tem preço. Ainda mais por diárias de hotéis. Conheça antes o jeito que a pessoa trabalha e depois vc pode acusá-la. Fica a dica

    Ps: e já que vc deve ser tão ética vc tb poderia usar uma conta de email existente 😉

Comente aqui

Translate »