California Estados Unidos MInhas Viagens Turismo yosemite

Mono Lake, o lago salgado na região de Yosemite

mono-lake
No post anterior (aqui) mostrei um pouco de June Lake Loop, local que nos hospedamos (aqui: Heildelberg Inn) para nossa visita a Yosemite. Hoje conto mais sobre o Mono Lake, lago mais diferente que já vimos, com paisagens incríveis e um lugar para colocar na sua listinha quando visitar esta região linda da Califórnia.

Veja aqui o nosso roteiro completo desta viagem pela California

mono-lake-yosemite

Como eu disse no último vídeo (assista aqui) o Mono Lake fica em Mono County, na Highway 395, 21 km a leste de Yosemite National Park, perto da cidade de Lee Vining e um pouco para frente de June Lake para quem sobe vindo do sul da Califórnia.  Muita gente que vai para Yosemite visita apenas a entrada que fica mais próxima da San Francisco, mas a região dos lagos está em Mono County. Quando planejamos a viagem achamos este lado mais interessante e por isso focamos nossa hospedagem nessa região. A imagem  do lago acima fizemos na saída de Yosemite indo para June Lake.

Mono Lake é um lago incrível com mais de 65 quilômetros quadrados e mais de 1 milhão de anos. Dizem que é um dos lagos mais antigos da América do Norte.

Há várias partes que podem ser visitadas, primeiro nós fomos até o mirante do Centro de Visitantes de Lee Vining, local perfeito para quem está na região e quer mais informações sobre o lago, sobre a região e sobre Yosemite.

mono-lake-centro-visitantes

No centro de visitantes há o mirante com vista para o lago, uma pequena trilha e o centro de informação com atendentes, lojinha e exposição sobre a região. Lá é possível comprar o ticket de 7 dias para Yosemite.

mono-lake-vista-esrrada

A vista lá de cima é bem bonita e vemos o lago ainda com uma boa distância.

Atenção: Infelizmente o centro de visitantes fica fechado de 1 de dezembro a 31 de março. Mas dizem que esta parte da estrada para South Tufa recebe cuidados durante todo o ano.

mono-lake-tufa

Depois pegamos o carro e fomos até a parte mais próxima da lago que fica 5 minutos dali, na beira da rodovia. A área é a reserva natural Mono Lake Tufa onde as esculturas calcárias aparecem bastante.

Uma pequena entrada na rodovia e um estacionamento no fim da pequena estrada. Estavam fazendo modificações por lá então provavelmente haverá mudanças na estrutura.

mono-lake-estacionamento

O estacionamento é pago (uns 5 dólares) mas não há ninguém cobrando. Uma caixinha com envelopes, o preço por carro e o visitante põe o dinheiro no envelope, na caixinha e coloca o papel no vidro do carro.

mono-lake-lakeshore

Há algumas placas informativas e o caminho para o lago. A História de conservação do lago é muito interessante e você pode ler mais a respeito aqui.

mono-lake-view

A visão é espetacular. Naquele dia o clima estava bem agradável e o céu bem azul. Aliás, eu fico encantada com o céu azul da Califórnia.

mono-lake

Cadeia de montanhas, uma estrada e do outro lado o lago mais lindo e estranho de todos. As esculturas que crescem no meio do lado e nas margens contrastam com a água e o céu e confundem o cérebro. Parece gelo. No inverno dele ser incrível.

mono-lake-bio

E são estas esculturas que deixam o lago diferente de tudo que já tínhamos visto. Esculturas naturais que se formam de dentro para fora do lago.

Desde a sua formação há depósitos de sais minerais se acumulando enquanto a água doce evapora, transformando suas águas duas vezes e meia mais salgada que a água do mar. E é este ambiente que atrai uma biodiversidade incrível com trilhões de camarões na “salmoura” atraindo milhões de aves migratórias todos os anos.

Na placa acima conseguimos ver como que funciona esta cadeia alimentar.

mono-lake-passaros

O cheiro do lago é algo bem peculiar e posso dizer que é bem diferente do que eu imaginava. Uma mistura de água salgada com peixe podre. Bem ruim mesmo.

Percebam a margem toda preta. São as tais moscas que se acumulam nas margens. E o pássaro comilão que está na foto é o Wilson’s Phalaropes, que se alimentam lá durante a migração e depois seguem para a Argentina.

mono-lake-birds

Mas a beleza do lugar é algo que faz valer a pena o sacrifício de tampar o nariz e apreciar aquela paisagem quase extraterrestre.

Abaixo um mapinha da bacia do Mono Lake

mono-lake-mapa

Nós estávamos no fim do verão, mas dizem que o inverno é uma época muito bonita para ver o Lago Mono.

mono-lake-estrada

Acima mais fotos que tiramos da estrada mesmo, de outro ponto do lago. Neste dia estávamos deixando June Lake e indo para San Francisco.

Lindo, diferente, exótico e um item que eu colocaria na lista de qualquer um que fosse para Yosemite e região.

Mais informações: www.monolake.org

Abaixo alguns posts sobre a California 




Você também pode gostar...

Nenhum comentário

    Comente aqui

    Translate »