América do Sul Brasil Cultura Posts de Danilo Pericoli São Paulo Turismo

Descobrindo o centro de São Paulo pela fotografia |Tour e workshop

Mais um post escrito pelo nosso colunista e fotógrafo Danilo Pericoli. Danilo é professor de fotografia e promove passeios fotográficos por São Paulo e outras cidades próximas, apresentando novos cenários com aulas e dicas para quem ama e quer aprender a fotografar.

centro-de-sao-paulo-fachadasAndar pelo centro antigo de São Paulo pode ser uma experiência muito enriquecedora para quem gosta de realizar fotografias criativas e ainda aprender sobre a cultura e a história da cidade.
Neste post, darei algumas dicas sobre o que clicar pela região. E você também está convidado a participar de uma experiência real com a fotografia urbana, em que eu te conduzirei pela cidade, num roteiro recheado de exercícios práticos, partindo do Páteo do Colégio e passando por todos os lugares de que falarei aqui. Você ampliará o seu olhar e a sua maneira de viver São Paulo, compartilhando bons momentos com outras pessoas.

centro-de-sao-paulo-arquitetura
Uma das primeiras coisas que chamam a atenção no centro é a arquitetura antiga, que está presente em prédios públicos bem conservados e por si só já é um convite a uma pausa, para um olhar minucioso pelos detalhes que evidenciam diferentes épocas e estilos.
Assim, um caminhante atento pode, por exemplo, ser atraído pelos ornamentos de uma janela em estilo neoclássico, por representações de figuras humanas e de animais, algumas mitológicas presentes, nas fachadas do Tribunal e da Secretaria de Justiça, ambos no largo do Páteo do Colégio e na fachada do Centro Cultural Banco do Brasil, na Rua Álvares Penteado.

Também pode ser atraído pelo longo caminho que forma uma longa perspectiva na escadaria do Beco do Pinto, entre o Solar da Marquesa de Santos e a Casa da Imagem, com antigos postes de luz e parte do calçamento original da rua. Ou pode se dar conta do tempo gasto no passeio ao contemplar as horas, no grande relógio dourado do Mosteiro São Bento, em cuja fachada dois anjos também nos lembram da idade do complexo.

centro-de-sao-paulo-pateo

Continuando a caminhada, se resolver sair pela região num dia claro, pela manhã ou à tarde, poderá reparar também em como o sol produz belos efeitos de luz e sombras, revelando ou ocultando partes da arquitetura, inclusive estimulando a buscar ângulos inusitados, diferentes daqueles dos cartões postais. Isto é fácil de criar em ruas como a XV de Novembro, Roberto Simonsen e Líbero Badaró, no Largo do Páteo do Collegio ou no calçadão da Av. São João, onde os famosos arranha céus: O Edifício Martinelli e o Altino Arantes (Banespa), que já estiveram entre os mais altos da cidade, disputam lugares de destaque nas fotos.

centro-de-sao-paulo-4

Ainda mantendo a sua atenção ao longo da jornada, você poderá ser surpreendido ao notar como aquela mesma luz cria efeitos inusitados – podendo gerar às vezes até imagens abstratas – quando refletida nas muitas vitrines das lojas, nas vidraças dos bancos e cafeterias e até mesmo nas superfícies dos carros.

sao-paulo-curso-fotografia

E por falar em carros, e também em arte urbana, grafites, pichações e cartazes colados de maneira caótica nas paredes e muros do centro viram uma harmoniosa e até poética composição, quando todos os elementos são devidamente organizados na foto, prestando atenção às combinações de formas e cores e assuntos.

centro-de-sao-paulo-grafite

Por fim, não só as fachadas e a paisagem exterior estão entre os elementos que podem ser admirados no centro, pois muitos dos seus edifícios e casarões centenários também podem ser visitados por dentro, gratuitamente, o que oferece uma possibilidade única para poder compreender um pouco da vida dos antigos paulistanos, inclusive por meio de objetos e mobiliário em exposição, pertencentes a antigos e ilustres moradores, como no Solar da Marquesa de Santos – residência da famosa amante de Dom Pedro I. Ali, aliás, também está em cartaz atualmente uma mostra sobre outra personagem Paulista famosa: Yolanda Penteado, a patrona das artes da cidade.

E mais uma vez, do ponto de vista da fotografia, a partir do interior dos prédios é possível criar interessantes efeitos de contra luz, por conta de suas grandes portas e janelas abertas, além de capturar detalhes ainda preservados da arquitetura original, como paredes em taipa de pilão (antiga técnica de construção em barro) encontradas no Páteo do Collegio e também no Solar da Marquesa.

Também na Casa da Imagem, uma das primeiras residências de São Paulo e hoje sede do Museu da Cidade, podem ser vistas por toda a casa pinturas decorativas originais, ao mesmo tempo que se apreciam exposições fotográficas de trabalhos contemporâneos. A casa também é a sede do Acervo Iconográfico da cidade, com 84 mil fotografias.

centro-de-sao-paulo-casa-da-imagem-

Informações:

Para participar do roteiro “Fotografia Urbana no Centro de São Paulo” basta entrar em contato com a Sabiar aqui.
O encontro inclui uma aula teórica sobre fotografia urbana, mais uma caminhada com exercícios práticos de composição fotográfica e informações sobre os lugares visitados. O roteiro vai do Páteo do Colégio ao Mosteiro São Bento (roteiro completo no link) – Vagas Limitadas
Ponto de encontro: Café do Páteo do Collegio
Horário, das 9h às 13h (consulte datas disponíveis)
Valor: 150,00 reais.

assinatura_danilo

Você também pode gostar...

Nenhum comentário

    Comente aqui

    Translate »