Canadá MInhas Viagens Toronto

Toronto | Conhecendo e almoçando na CN Tower


cn_tower_torontoDepois de falar sobre o nosso hotel em Toronto (aqui), hora de contar sobre a nossa experiência na CN Tower, ponto turístico indispensável para quem visita a cidade.

Saímos do aeroporto a caminho do nosso hotel e ainda há alguns quilômetros do centro lá estava ela, gigante e aparecida, mesmo sob a neblina que pegamos naquela manhã. Enquanto nosso taxi se aproximava eu lembrava das leitoras comentando sobre a torre na minha primeira visita a Chicago, empolgada com a vista da Willis Tower (contei aqui). Sim, a CN tower é mais alta ainda e se destaca no meio da paisagem urbana de Toronto.

E para a nossa alegria (estava muito frio) a torre era vizinha do nosso hotel.  Apenas 200 metros e lá estava ela aguardando a nossa visita.

cn_towerA CN Tower é a segunda torre mais alta do mundo, com 553 metros. Foi construída finalizada em 1975 pela cia ferroviária Canadian National e em 1995 foi privatizada e virou atração turística. E quem quiser ler mais sobre a história, tem conteúdo em português no aqui wikipedia.

Felizmente o céu estava bem azul, diferente do dia anterior, mas tinha tanto vento que atravessando a rua em um determinando momento eu agarrei no marido pois pensei que iria cair rs. Então por conta do vendo a parte mais alta estava fechada e a andança pelo lado de fora também, se bem que esta eu não faria sem se estivesse sem vento algum rs.

Há algumas opções de tickets para quem vai ao observatório. Somente a subida com o LookOut Level (que não dá vista 360 da torre pois fica no mesmo andar do Horizons) e o Glass Floor (chão de vidro que podemos caminhar por cima) e o outdoor Terrace (parte ao ao livre mas com grades ao redor, o que dificulta boas fotos). Há a opção com o SkyPod, a plataforma mais alta com elevador a parte e visão 360, opções com desconto para família e ainda o radical Edge Walk. Aqui você pode ver todas as opções e valores atualizados de cada pacote.

cn_tower_sky

O andar do observatório principal não tem vista 360 graus (o restaurante Horizons divide o espaço) mas é de vidro, então mesmo no frio não há problema. Depois há o terraço com grades que eu mencionei lá acima, mas estava frio e não conseguimos nem ficas 5 minutos lá do lado de fora. Mas neste momento já tínhamos aproveitando bem a vista do restaurante que contarei abaixo.

A vista de Toronto lá do alto é espetacular. Dá para ver a cidade e a ilha, que ainda estava cheia de neve neste início de primavera. Então se o céu tiver aberto é um passeio imperdível.

cn_tower_glass-floor

Já o chão de vidro eu confesso que me decepcionou um pouco.  Como ele não fica na lateral da torre e sim mais no meio, conseguimos ver a rua, o teto do aquário e nada muito além disso. Neste aspecto o Sky Deck lá de Chicago é bem mais legal.

Já o SkyPod é o nível mais alto da torre mas não conseguimos subir por conta do vento. Mas lá sim deve ser espetacular. Dizem que em um dia sem nuvens dá para quase enxergar New York. Afinal é uma das plataformas mais altas do mundo.

E para os mais aventureiros, o Edge Walk é um investimento certeiro. O visitante fica preso por dois cabos e caminha em uma plataforma do lado de fora da torre. Com o vendaval que estava, eu pareceria uma pipa se tivesse ido caminhar lá hahaha. No site da para saber o valor e fazer o agendamento.

cn_tower_edge_walkMas meu amigo Maurício do Trilhas e Aventuras não nega seu nickname “aventureiros”, pegou um dia bom e lá está ele do lado de fora e com essa carinha que “estou de boa”, deixando outros aventureiros com inveja. Parabéns pela coragem que eu não tive Maurício rs.

cn_tower_360

Agora vamos falar de onde eu comecei a monha visita, do restaurante.

O 360 Restaurant é  o restaurante mais caro e com menu mais sofisticado. Fica no andar acima do observatório e na nossa opinião é a melhor forma de visitar a Torre. Fazendo a refeição por lá (deve-se consumir um prato principal para “ganhar”a subida) você ainda poderá ir até o observatório sem pagar a entrada e nós achamos a vista do restaurante muito mais legal.

cn_tower_vista

Como o nome já diz, o restaurante é giratório e com isso não é nem necessário levantar da cadeira para visualizar Toronto todinha. Muito mais calmo sem nenhuma muvuca ao redor e durante o tempo da refeição, já conseguimos fazer fotos e ver os detalhes.

O menu é bem gostosinho e nós optamos pela versão com entrada, prato principal e sobremesa. Já tínhamos ido no 360 Restaurant na Calgary Tower (contei aqui) e este foi bem melhor.

cn_tower_restaurant

Ele pediu carne e eu fui de salmão selvagem, mas o destaque ficou mesmo por conta da sobremesa. Ambas estavam deliciosas, mas esta pavlova estava divina.

Com certeza há restaurantes melhores em Toronto, com esta mesma faixa de preço (69CAD), mas achamos que compensa sim um almoço por lá. Comida boa com uma vista desta, não tem como achar ruim.

Vale lembrar que é ideal fazer reserva antecipada para garantir a vaga. Dá para fazer direto no site.

cn_tower_food

Agora quem quiser gastar menos e ainda ter uma vista bacana pode optar pelo restaurante buffet e lanchonete Horizons. Ele fica abaixo do 360 e no mesmo andar do Lookout Level. No site tem o menu com os valores.

cn_tower_store

No final do tour ainda dá para comprar suveniers da torre na lojinha.

Adorei a torre, adorei o restaurante e ameeeeei a vista. Sim, quero muito voltar lá e subir até o ponto mais alto. Quem sabe até lá eu arrumo coragem para andar do lado de fora amarrada em cabos né ?

CN Tower – 301 Front St. West ( & John St.) –   consulte valores e horários de funcionamento atualizados no site oficial.

A CN Tower é uma das atrações do CityPASS Toronto e quem quiser visitar mais atrações o valor sai bem mais em conta com o passe.

.

O Spicy Vanilla visitou CN Tower e almoçou no restaurante 360 Restaurant a convite de Toronto Tourism.


Você também pode gostar...

2 Comments

  • Mauricio Oliveira - Trilhas e Aventuras
    07/05/2015 at 23:43

    Aeeeeeee! Adorei minha foto por aqui. O dia não tava tão bonito assim, mas valeu muito a pena. O vento lá em cima é SEMPRE muito forte. Mas achei o esquema MUITO seguro! Eles tem 10 mil sensores que avaliam e “dizem” se o passeio pode ser feito nos próximos minutos ou não.

    Ahhhh, e um detalhe extra sobre o restaurante. Ele dá uma volta completa em 72 minutos! 😀
    Me arrependi de não ter levado a GoPro pra fazer um timelapse, hehehe.
    Bjãoooo

  • Cinthia Ferreira
    08/05/2015 at 09:36

    🙂
    Eu acho que se fosse um dia menos frio (acho que estava -8) acho que eu tentaria mas sei não ahahah. Vamos ver….tenho que voltar p lá pq amei demais Toronto rs.
    E ótima complementação. Eu sabia que tinhamos passado mais de uma hora comendo mas não sabia quanto rs. E poutz…teria ficado incrível o video 🙁 Vamos voltar ???
    bjs

Comente aqui

Translate »