Canadá Quebec Turismo

Île d’Orléans | Um paraíso gastronomico em Quebec

ile d Orleans

No post de hoje eu mostro um pouquinho de um cantinho de Quebec que eu fiquei apaixonada, a Île d’Orléans. Há 15 minutos de carro da cidade de Quebec, um paraíso para quem gosta de natureza, comidinhas direto da “fonte” e um clima maravilhoso. Um passeio que vale muito a pena.

_ile_d_Orleans_map

Nosso passeio foi bem rápido e com uma guia local que trabalha no Turismo de Quebec e Região. Ela nos levou de carro até o Parc de la Chute-Montmorency (farei post em breve), que é um parque com uma cachoeira belíssima e depois atravessamos a ponte da foto da abertura, para dar um passeio pela ilha.

Nosso tempo era curto e das 6 regiões da ilha, só passamos por Saint-Pierre-de-l’Île-d’Orléans. Então, quem quiser visitar mais partes da ilha, aconselho passar um dia inteiro ou até pernoitar por lá. Há algumas opções de B&Bs e hotéis.

Para chegar até Île d’Orléans de carro é necessário atravessar a ponte Île d’Orléans que eu mencionei acima. É possível escolher um tour com agências que te levam até lá, ou  alugar um carro por um dia e  passear a vontade, no seu tempo, sem ter que depender de horários de tour.

_ile_d_Orleans_quebec

Nós estivemos lá em Abril, então, apesar de primavera, os campos ainda estavam congelados e havia gelo por toda parte. A vegetação ainda estava sem folhas, mas mesmo assim o visual é lindo. Imagino que a ilha seja perfeita no verão e no outono.

A ilha produz uma série de produtos locais, plantações maravilhosas e marcas familiares.

Nós escolhemos visitar dois locais bem interessantes. Uma das famosas “fazendas” de Maple, com  Cabane à Sucre, ou Sugar Shack, e uma plantação de Cassis (blackcurrant)

Île d’Orléans

Nossa primeira parada foi na Cabane à Sucre L’En-Tailleur, que está na família há 8 gerações. Lá eles servem almoço para grupos e com uma refeição bem tradicional. Tudo é super rústico e bem bonitinho.

Île d’Orléans Mapple Tree

Mesmo já conhecendo as árvores de Maple há muitos anos, eu nunca tinha visto a retirada do tal líquido que dará origem ao famoso maple syrup, o xarope de bordo, em português.

Eles colocam uma pecinhas de metal enfiadas nas árvores, amarram um baldinho e esperam o líquido sair. A nossa guia bebeu o líquido (que é transparente) direto do baldinho, mas eu estava saindo de uma pequena intoxicação alimentar, então preferi ficar só no xarope já cozido hahaha. Mas amei ver a extração de pertinho.

cabane a sucré

Depois do almoço (nós não comemos por lá), eles oferecem a sobremesa da forma mais tradicional possível. O maple taffy, onde o maple quente é jogado por cima do gelo para endurecer e virar um pirulito. Só rodar o palitinho e fazer o seu próprio doce. E digo….é bom demais.

A parte mais imperdível é a lojinha. Maple em várias apresentações com preços bem interessantes. Compramos um montão de produtos e mostrei tudo neste post aqui. A manteiga de maple é muito boa. Na verdade tem textura de manteiga, mas é só maple mesmo, nada de leite e pode ser trazida para o Brasil sem problemas.

Île d’Orléans Maplle

Quem não for até a ilha pode comprar maple no mercado de Quebec (Marche Vieux Port), mas já digo que na ilha é bem mais interessante e fofo. Já o preço muda só um pouquinho.

Cabane à Sucre L’En-Tailleur – 1447, chemin Royal  – Saint-Pierre-de-l’Île-d’Orléans, QC

Île d’Orléans Cassis

A segunda parada foi na Cassis Monna &Filles, empresa famíliar que está passando de pai para as filhas, é uma fofura incrível e um sucesso no país. A lojinha fica na frente da plantação (11,5 hectares de terra) e já na porta morri de amores pelo trator cor de rosa.

A colheita da fruta é feita no início de agosto com a fruta bem madura para utilizá-la da sua melhor forma.

ile d Orleans Cassis Monna

Lá dentro é tudo muito lindinho e bem decorado. Na parte de cima o bar e na de baixo a lojinha, com vários tipos de licor, caldas e geléias de cassis. Há uma degustação do produtos e depois é só escolher o que vai para a mala.

Cassis Monna & filles, ÉCONOMUSÉE® de la liquoristerie – 721, chemin Royal -Saint-Pierre-de-l’Île-d’Orléans, QC

Na ilha há uma série de outras plantações, lojas e restaurantes. No site oficial  de Île-d’Orleans, há todo tipo de informações necessárias para conhecer bem a região. Mapas, horários de funcionamento, época das colheitas e eventos.

Nem preciso dizer que amei demais o passeio e quero muito voltar para lá, para desta vez, conhecer um montão de lugares, pegar, talvez, a época das colheitas e ficar pelo menos uma noite por lá. 

Aguardem mais posts lindos de Quebec.

O Spicy Vanilla esteve em Ottawa a convite de Quebec Region e Hotel Le Priori

.

Você também pode gostar...

Nenhum comentário

    Comente aqui

    Translate »