Cultura MInhas Viagens museu Seattle Turismo Washington

Seattle | Uma volta pelo EMP Museum, museu da música da cultura pop e da ficção científica.

emp_seattleConforme prometido, darei uma alternadas nas cidades (e países) para agregar gregos e troianos né ? Hoje não falarei de lago e nem de paisagens lindas. Falarei sobre um museu que nós amamos durante nossa rápida passagem por Seattle. Hoje é dia de rock baby!!! Vamos das uma voltinha pelo EMP Museum, museu da música da cultura pop e da ficção científica.

O EMP Museum nasceu com a ideia do co-fundador da Microsoft, Paul G. Allen. Um espaço dedicado é dedicado a explorar a criatividade e a inovação na música popular americana, do rock, jazz, soul, blues, hip-hop, punk e outros gêneros e cultura pop

Ganhamos o Citypass, então não tivemos fila para entrar, mas quem não tem o passe, pode comprar seu ingresso na bilheteria mesmo, o valor pode ser conferido na site do EMP.

emp_seattle_frankProjetado por  Frank O. Gehry, o museu tem  140.000 metros quadrados, várias salas e um auditório aberto com umas das maiores telas de LED do mundo. 

Se muita gente acha o prédio a coisa mais feia e estranha de todas, eu acho incrível. Cada ângulo da construção merece uma foto.

Aliás como podem ver em uma das fotos, o EMP fica no complexo Seattle Center, do ladinho da famosa Space Needle. Bom que em um mesmo local já conseguimos visitar várias atrações de uma só vez.

emp_seattle_guittarSe o prédio por fora já é uma atração, por dentro é ainda melhor. A maioria das salas é escura e tem iluminação direcionada. Já no centro do andar principal, uma torre de instrumentos musicais incrível. Só uma lente grande angular pode captar a obra na integra.

Salas com artefatos raros, lembranças de vida de de grande músicos, instrumentos, vídeos, vestimentas e troféus. Tudo é super interativo e com um público bem interessado passeando e escutando áudios explicativos espalhados nas exposições.

Acima do andar principal há uma ala onde os visitantes poderão ter contato direto com a música. Pequenos estúdios dedicados a instrumentos individuais, bandas, vocal, mixagem entre outras. Você entra no estúdio e tem cerca de 10 minutos por vez para “brincar” la dentro. Muito bacana. Mas uma das atrações mais procuradas era o On The Stage, uma experiência de palco onde os visitantes tem experiências de se apresentarem para o grande público com direito a fãs gritando e tudo. A molecada vai a loucura.

emp_seattle_nirvana_kurtAgora não tem como falar se Seattle, de música e não citar a banda Nirvana. E foi nesta exposição que eu gastei grande parte do meu tempo no museu. Emocionante ver de pertinho uma pouquinho da história que fez parte da minha adolescência. Eu era apaixonada pela banda.

Peças importantes de Kurt Cobain e da banda, estão exportas por lá. Guitarra, peças de roupas usadas em grandes clips, a primeira demo, fotos antigas e muita história da banda que começou nos bares de Seattle e tomou conta do mundo e marcou uma geração. Reparem na foto do bebê que acabou virando capa do álbum Nevermind. Demaaaaiss não rsrs.

Aliás, quem quiser poderá visitar o The Crocodile, antes Crocodile Cafe que até chegou a fechar e foi reaberto a pedido do público, local onde bandas como Nirvana, Pearl Jam, REM tocavam antes do sucesso mundial.

emp_seattle_nirvanaMas não é só o punk, o grunge e o rock que preencher as salar do EMP. A salas de instrumentos deixa os amantes da música bem doidinhos. Nas vitrines víamos jovens e senhores, cada um contemplando seus próprios ídolos.

emp_seattle_guitar-galeryO EMP também obriga exposições itinerantes e a atração da vez era Hendrix Hits London, com histórias, fotografias e instrumentos pessoais e trajes do ídolo. No site você terá mais detalhes da exposição.

emp_seattle_hendrixMas nem só de música vive o EMP. Os adoradores de filmes de fantasia e ficção científica ficarão bem felizes em ver de pertinho peças usadas nos grandes filmes e séries. Já imagino o “Sheldon” vibrando com objetos da exposição.

Entre as exposições estão: Can’t Look Away: The Lure of Horror Film, Icons of Science Fiction e Fantasy: Worlds of Myth and Magic. Por lá uma coleção de artefatos e objetos, incluindo obras de Isaac Asimov, Ursula Le Guin, HG Wells, George Lucas, Gene Rodenberry, James Cameron e Steven Spielberg entre outros.

emp_seattle_sci_fiQuem aí não se lembra do ursinho do filme A.I. Artificial Intelligence ?

 

E esta foi a nossa visita ao museu. Clique aqui para ler todos os posts sobre Seattle que forem entrando no ar. Clique aqui para ver nossas viagens pelos Estados Unidos.

Informações:

EMP Museum 325 Fifth Avenue NorthSeattle.

Os ingressos são vendidos na bilheteria do museu e o preço pode ser conferido diretamente no site. O EMP Museum está incluso no CityPass, assim como as grandes atrações de Seattle e pode ser comprado direto aqui no site deles. Se você pretende visitar estas atrações, o passe lhe fará economizar uma boa grana (47% a menos) e ainda dá desconto para outras atrações que não estão incluídas. Agora se o foco for apenas visitar o EMP, vale a pena deixar para comprar na bilheteria mesmo.

O Spicy Vanilla esteve em Seattle a convite de Visit Seattle e Red Lion.


Você também pode gostar...

3 Comments

  • Marcela Nering
    10/09/2014 at 11:19

    Terra de Nirvana e Pearl Jam, Seattle não tem como não ser boa né? 🙂

    Adorei esse museu!!

    É uma das cidades que tenho mais vontade de ir, a logística só é um pouco mais complicada… Com certeza quando for vou fazer um roteiro parecido com o seu, dos lagos e Vancouver…

  • Cinthia Ferreira
    10/09/2014 at 14:18

    POis é 😉
    Acho que é legal visitar Seattle com este roteiro que eu fiz ou ainda junto com São Francisco ou com Chicago mesmo 😉 Ambas cidades que eu amo.
    Hoje postarei sobre outro museu incrível lá do ladinho.
    Bjs

  • Daniel Conceição
    12/09/2014 at 14:23

    Terra do Hendrix tb!

    Parece bem interessante esse museu. Qdo eu for a Seattle, certamente o visitarei.

    Abraços!

Comente aqui

Translate »