América do Sul Argentina Buenos Aires Dicas MInhas Viagens Turismo

Buenos Aires | Táxi, notas falsas, segurança e alguns cuidados.

 taxi_buenos_aires-capaComo vocês já sabem, acabei de voltar de Buenos Aires depois de ter ficado um mês por lá. E mesmo adorando a cidade em vários aspectos, acho importante dividir um pouquinho da parte chata que vi por lá nesta viagem e nas outras 5 vezes que já estive na cidade.

Vou começar a falar sobre os táxis e seus problemas…

Pegar táxi em Buenos Aires pode ser a coisa mais fácil, devido a quantidade de veículos, pode ser barato, mas tem vários perrengues.

Notas falsas…

Desde a primeira vez que estive em Buenos Aires, há mais de 14 anos, sabia bem da existência de muitas notas falsas e do cuidado que tínhamos que ter na hora de pegar táxis. De lá para cá não sei se a coisa melhorou, piorou ou está igual, a questão é que ainda deve se tomar muito cuidado para não ser enganado a qualquer momento.

Assim como em qualquer lugar do mundo existem muitas pessoas boas e uma minoria que veio ao mundo para tirar vantagem e aproveitar dos outros e temos que ficar atentos a este tipo de gente. O turista normalmente tem cara de turista e o pessoal do local já saca na hora. Mas não é porque você é turista que tem que ser ingênuo, então infelizmente temos que confiar desconfiando de todos que não conhecemos.

É absurdo a quantidade de notas falsas que circulam por lá. Pelo que me falaram o pessoa só falsifica notas de 100 e de 50, pois as demais não compensariam. Os caso de notas falsas que eu vi ou que eu ouvi são de taxis, na maioria das vezes, ou de casas de câmbio” fakes”. Então, não invente de trocar moeda em lugares duvidosos e fique atentos ao troco (ou troca) nos taxis.

Nos taxis o que mais acontece é na hora de receber o troco, o turista pode ser premiado com uma notinha de mentira. Mas algo que aconteceu com meu marido e está acontecendo com muita gente lá e o seguinte…

Você entrega uma nota de 100 (ou 50) e o taxista te devolve a nota dizendo que não tem troco ou que a pontinha da nota está rasgada. Você achando que é a sua nota a pega de volta, troca por outra ou entrega notas menores. Você desce do taxi e quando tenta trocar a nota acaba descobrindo que ela é falsa.

O que acontece é que o taxista mal intencionado sabe que está lidando com pessoas que provavelmente não sabem destingir facilmente uma nota falsa por não serem locais e rapidamente faz a troca da sua nota verdadeira pela falsa, sem você perceber. E mesmo que você comente que a sua nota não estava rasgada, será sua palavra contra a dele o que é bem complicado.

Dicas para evitas as notas falsas…

Troque suas notas de 100 ou de 50 no hotel (ou faça troco na hora de comprar alguma coisinha barata) e pague taxi somente com notas menores (era o que eu sempre fazia quando andava sozinha);

Se só estiver com notas altas procure se inclinar perto do banco da frente e deixar o motorista perceber que você está esperto. Fale alto os últimos números da sua nota (dica do atendente do nosso hotel) ou ainda tire foto da nota com o celular . Se o cara achar ruim, diga que você já foi enganado antes e não quer que isso aconteça novamente.

Entre no site do banco nacional e veja alguns detalhes das notas. Aqui tem um post indicando alguns detalhes.

Opte por chamar rádio taxi que estiverem em movimento (notem os que estão com a luz de livre acesa e faça o sinal). Dizem que muitos taxistas enganadores ficam parados próximos a pontos turísticos na espera da próxima vítima.

Sempre peça recibo da corrida (nem que seja para denunciar o taxista depois);

Eu acabei usando o aplicativo 99taxis por lá e, apesar de não terem muitos taxis adeptos ainda, funcionou e pode ser uma opção.

taxi_buenos_aires_notas

Valor da corrida…

Isso é uma situação que nós brasileiros já estamos acostumados. O táxi dá milhares de voltas desnecessárias e o valor da corrida triplica.

Em tempos de internet este problema pode ser minimizado quando o taxista sabe que mesmo você sendo turista, sabe muito bem onde quer chegar. Sempre que eu entrava no táxi ligava meu google maps e dizia que queria ir por tal avenida. (Quem quiser comprar um chip de celular por lá, aqui tem um post que eu conto como fiz e é super baratinho)

Coisas que só vi nos Taxis de Buenos Aires…

Os taxistas lá correm feito doidos, então jamais esqueça o cinto de segurança. Ainda não sei como eles estão vivos..rs

Alguns taxistas fumam dentro dos carro e na tua cara. Tem coisa mais absurda ?

Os taxistas podem decidir se querem que levar para tal lugar ou não. Já chegamos a entrar no táxi algumas vezes e o cara simplesmente dizer que não queria ir para tal lugar e pedir para descermos.

Quando estávamos em 3 pessoas, vários taxis simplesmente não paravam. Aí um de nós fingia estar sozinho ou casal e o taxi parava. (Isso não entendi mesmo o motivo).

Se você quiser ir até alguma província próxima, avise antes e pergunte se haverá taxa extra além da corrida. Como não há nenhuma regra, cada um decide se cobrará a taxa adicional ou não.

Nas ruas…

Desta vez não cheguei a pegar nenhum transporte público, mas em outras ocasiões já andei por lá de ônibus e metrô mas lembro de não ter gostado do metrô não. Se alguém andou recentemente e curtiu, comente aqui.

Coisa que eu acho um absurdo nas ruas de Buenos Aires é a forma que o povo desrespeita as leis. Eles param onde bem entendem, atravessam com o farol fechado e não estão nem ai para as faixas de pedestres.

Na hora de atravessar alguma rua olhe bem, mesmo se o semáforo estiver aberto para você. Eu já quase fui atropelada em uma das avenidas largas pois simplesmente os carros não quiseram parar porque eu era a única atravessando. Oi ???

Segurança…

Confesso que da primeira vez que visitei a cidade para agora, as coisas mudaram para pior devido a situação econômica do país, mas nada que atrapalhe muito a visita de quem estiver de olhos abertos.

Quem mora no Rio, em São Paulo ou em algum grande centro já sabe bem os cuidados que temos que ter. Eu particularmente tenho mais medo de andar em SP do que em Buenos Aires, mas mesmo assim estou sempre alerta.

O que mais tem por lá são furtos e normalmente em regiões lotadas. Então ficando esperto com seus pertences, andando com bolsas fechadas e não dando bobeira com celulares e câmeras, não notei nada muito grave. É uma cidade que muita gente anda a pé até tarde da noite então basta perguntar para o pessoal de lá as regiões que devem ser evitadas e pronto.

.

Acho que é isso. Um post para alertar os futuros visitantes da cidade, deixando claro que esta é a parte chata, mas Buenos Aires tem muita coisa boa para oferecer.

Se você tiver alguma dica, escreva aqui nos comentários e ajude novos viajantes.

Você também pode gostar...

5 Comments

  • Mellyna
    20/12/2013 at 19:12

    Fui pra Buenos Aires na semana passada e felizmente não tive problemas com taxistas ou notas falsas. Teve inclusive um muito gentil, que falou que ia cobrar 20 pesos a menos da gente porque teve de dar umas voltas a mais pra chegar no nosso hotel, cuja rua estava interditada em um dos sentidos.

    Agora, o metrô foi um caso sério. Eu não falo bem espanhol, mas consegui me virar bem na cidade, menos no metrô. Entramos numa estação pra ir até Puerto Madero e encontramos funcionários de mau humor e muito pouco dispostos a ajudar, hahaha! Mas ok, porque nos deixaram passar de graça (até agora não entendi, porque o moço não tava com muita paciência pra falar, só empurrou a gente pra dentro da catraca mesmo).
    Vi vários cartazes de estações de metrô novas, mas o que a gente pegou tava triste, muito velho! E os assentos eram de um veludo muito sujo, vixe maria.

  • Camila Fortes
    06/01/2014 at 20:57

    Muito bom! Eu peço em casa de câmbio ao comprar as notas pra me mostrarem o que prestar atenção na nota pra identificar se é real. To indo com meu namorado em fevereiro e será a primeira viagem planejada por mim e com meu dinheirinho, queria te pedir mais dicas de lugares legais pra ir comer, passear, etc… Os tesouros que tu encontrou por aí morando um mês:) Bjs e adoro ambos os blogs!

  • Karina Fainer
    12/04/2014 at 18:17

    Nossa. Eu e o meu marido passamos pela situação da nota falsa, aconteceu exatamnente como vc falou, demos uma nota de 100 pesos e o taxista trocou por uma falsa, descobrimos qdo fomos usar a nota , não notamos nada, principalmente por ser a noite. Obrigada por compartilhar suas experiências, se tivesse lido isso antes, teriamos escapado desta. Bjos

  • lila
    28/04/2014 at 22:11

    Pode ser impressão ou talvez eu seja muito detalhista mas colocando assim lado a lado dá pra notar claramente a diferença da nota falsa. Nas duas fotos de baixo, as notas falsas parecem ser alguns milímetros maiores que as originais e na foto do canto esquerdo, o rosto na nota falsa parece ser mais ‘comprido’ do que o da na original. Mas claro essa é a conclusão que chega analisando calmamente as notas uma do lado da outra hehehe na pressa do dia a dia com certeza deve ser quase impossível perceber a diferença.

  • Jéssica
    16/01/2015 at 21:28

    Gostaria de deixar um alerta sobre os caras que ficam na Calle Florida
    vendendo passeios…Voltei de Bs As esta semana e quase eu e minha
    irmã entramos numa fria… Um senhor nos abordou nesta rua e com uma
    conversa de que tinha família brasileira, falando português tentou nos
    vender passeios. Ele nos levou para uma galeria, uma loja que ficava
    beeem nos fundos chamada “Viajes Intermedias” lá nos apresentou um
    vendedor que falou por pelo menos 10 minutos sem parar e quando
    demonstramos que não tínhamos interesse em comprar o cara virou um
    bicho!! Só faltou bater na gente…Muito cuidado com estes tipos…
    Não sei se era golpe mas a reação do sujeito foi um susto para nós…

Comente aqui

Translate »