• #CinthiaNaCozinha | Receitas Doces e salgadas com passo a passo

    Para facilitar a busca de todos, resolvi fazer este post com todas as receitas que foram postadas aqui no Spicy Vanilla. São receitas doces, salgadas e deliciosas. Fotos do passo a passo para ajudar até quem não ainda não tem muita experiência na cozinha. Gire a barra de rolagem e...

    Leia mais...
  • 10 itens para não esquecer na hora de planejar o orçamento da sua viagem

    Pois é pessoal, aproveitei um dos meus 30 dias em Buenos Aires e gravei um vídeo reunindo dicas que muita gente me pede. Falei sobre os 10 itens que você não deve esquecer na hora de planejar o orçamento da sua viagem. No vídeo eu comentei um pouco sobre cada...

    Leia mais...
  • Vídeo | Dicas para fazer compras nos outlets dos Estados Unidos

    Por mais que eu fale de roteiros, passeios e comidinhas, o que mais me pedem são dicas de compras. Então separei umas horinhas desta última viagem para falar sobre os famosos outlets dos Estados Unidos e dar algumas dicas úteis. Há uns 15 anos visitei meu primeiro outlet nos Estados...

    Leia mais...
Postado por Cinthia Ferreira em 19-jul-2016

Berlim e Região | Como chegar a Potsdam e ao Sanssouci Park

Alemanha, Berlim, Europa, MInhas Viagens, Planejando sua Viagem, Potsdam

como-chegar-potsdam-parque-sanssouciNo post de hoje eu falo como fizemos para chegar a Potsdam e ao Sanssouci Park, onde estão os belíssimos palácios da antiga Prússia. Estávamos hospedados em Berlim (neste hotel aqui) e separamos um dia da viagem para conhecer o incrível parque que fica na cidade de Potsdam, mais ou menos uma hora da estação central de Berlim.

Veja todos os posts sobre Berlim AQUI

O primeiro passo é saber que você está indo para a cidade de Potsdam e não para o bairro (??) de Berlim que leva o mesmo nome. Então, o ponto da nossa partida será a estação de trem central de Berlim.

O segundo passo na verdade deveria ser o primeiro, já que nesta altura do campeonato você já está em Berlim e já tem o seu cartão de transporte. Então se pretende visitar Potsdam, compre o cartão que dá direito as áreas A, B e C, senão você terá que comprar um ticket extra para ir até lá.

Com o ticket na mão é só pegar o trem para a cidade de Potsdam. O google maps ajuda muito e dá para seguí-lo direitinho sem ter que pedir dicas em alemão.

como-chegar-potsdam

Então vamos ao nosso passeio…

Saímos do hotel por volta das 9 horas para conseguir ter tempo de andar conhecer bem os palácios. O Sanssouci Park é imenso, demanda muito tempo para a visita, se quiser conhecer os palácios e os jardins, prepare-se para uma bela caminhada. Foi o dia que mais caminhamos.

Há duas formas de ir até o parque Sanssouci depois de pegar o trem para a Potsdam (vou mostrar as duas neste post). A primeira é a que a maioria dos turistas escolhem e perfeita para quem quer tudo mais prático parando na porta do Sanssouci Palace.

Pegamos o trem que vai para a cidade de Potsdam e depois de uns 35 minutos e alguma paradas, descemos na estação Potsdam Hbf. Na frente da estação há vários ônibus parados que levam para o Sanssouci Park. Consulte a numeração dos ônibus, siga os turistas com cara de que sabem o que estão fazendo rs ou anote o nome do parque em um papel e mostre para algum motorista de ônibus caso você não fale Alemão.

Nós optamos pelo amigo google, mas confirmamos com um motorista.

No mapa abaixo os ônibus que levam até o parque.

 

Pegamos o ônibus local e depois de passar pelo meio da cidade de Potsdam, descemos bem na frente de uma das entradas do parque. É só sair junto com a turma e não tem erro. Ali perto da entrada há o restaurante Movenpick e é uma delícia. Se tiver planos de almoçar lá este é o momento de fazer a reserva.

entrada-parque-sanssouci

Chegando na entrada do parque você deve se dirigir ao prédio que fica bem em frente para comprar seu ticket (este que aparece ai na foto) e reservar o seu horário de visitação. Nós tivemos que esperar uns 40 minutos para poder entrar. Então quem quiser pode comprar o ticket para os palácios aqui no site.

Há alguns tipos de ingressos individuais e para família. Nós pegamos um que dava direito a entrar nos palácios e no moinho. Quem quiser fotografar paga uma taxa de 3 dólares a mais e eles te dão um fitinha para por no braço. Então já adicionem isso no preço, pois é triste não poder fotografar tantas coisas lindas.

Aproveitamos o horário de espera da nossa visita para visitar a maravilhosa Picture Gallery.

Abaixo a foto do mapa com os pontos de visita no parque. Aqui tem a página clicável para ver cada ponto.

mapa-parque-sanssouci

http://www.germany.travel/pt/cidades-e-cultura/cidades/historic-highlights-of-germany/potsdam.html

Como eu disse, há duas formas de ir até o parque Sanssouci depois de pegar o trem para a Potsdam. A primeira que escolhemos na chegada é a que a maioria dos turistas escolhem e perfeita para quem quer tudo mais prático, parando na porta do palácio. Nossa opção da volta, já que estávamos no Neues Palais,  preferimos ir a pé até a estação de trem que dá 1km de distância.

Tem ônibus que faz este trajeto mas estava demorando muito e preferimos caminhar. No mapa abaixo eu mostro o Sanssouci Palace, onde nós entramos, o trajeto dentro do parque até o Palácio novo (Neuen Palais) que foi mais longo pois entramos nos jardins para ver outros pontos e construções. E o último trajeto é da saída do parque até a estação Potsdam Park Sanssouci para pegar o trem que voltava para Berlim. Então, notem que na volta não utilizamos ônibus e o caminho entre a estação de trem e o parque é mais curto. Quem quiser pode chegar e voltar por esta estação de trem no lugar de descer na central.

Mas já deu para ter uma ideia do tanto que caminhamos, né ? Lá dentro do parque há ônibus que fazem o trajeto entre um palácio e o outro mas não vimos nenhum passando e fizemos tudo a pé mesmo.

jardins-parque-sanssouci

No próximo post eu mostro os palácios e o Park Sanssouci. Mas aí vão algumas perguntas que já me fizeram sobre o passeio:

Vale a pena deixar de ficar um dia em Berlim para “gastá-lo” em Sanssouci ?

Se você ama palácios, ama história, ama velharia e ama jardins, vale. Eu sou apaixonada por este tipo de passeio e teria ficado frustrada se não tivesse conhecido. É lindo demais. Só não iria se tivesse chovendo ou muito frio.

O que vestir e o que levar ?

Nós fomos no verão, mas pegamos um dia frio e nublado pela manhã e eu passei um frio lascado nos jardins, até o sol resolver aparecer. Então lembre-se de ir com roupa aquecida se estiver frio, usar um calçado muuuuito confortável, pois você andará muito, e levar um guarda chuva se for o caso.

O parque é grande então tenha sempre mãos uma garrafinha de água, pois no verão o calor na Alemanha é de matar.

Nós fomos no final do verão então apesar do dia mais frio, ainda estava calor.  A Martinha do Viajoteca fez o passeio no fim do outono e contou aqui.

Quanto tempo dedicar ao passeio ?

Depende do seu ânimo e do que quer conhecer. Nós resolvemos que conheceríamos somente o Sanssouci Park e entraríamos nos dois palácios e na galeria. Mas passamos umas 7 horas por lá (com uma hora de almoço) e não vimos nem metade. Quem quiser apreciar bem a região pode até cogitar em passar a noite por lá.

Se o foco é só dar uma olhadinha nos palácios do parque e pegar o transfer entre um e outro, umas 4 horas pelo menos, mas eu não me imagino correndo assim.

Quero voltar para lá outro dia e ver os demais palácios que ficam fora do parque. Tem muita coisa na região.

.

Informações:

Park Sanssouci – Zur Historischen Mühle 1, 14469 Potsdam, Alemanha




Postado por Cinthia Ferreira em 11-maio-2016

Alemanha |Visitando o Killesberg Park em Stuttgart

Alemanha, MInhas Viagens, stuttgart

killesbergpark

Ontem falei do hotel que ficamos em Stuttgart (veja todos os posts aqui), hoje mostro um dos passeios desta cidade que me surpreendeu pelas belezas naturais. O Killesberg Park  é uma delícia para quem ama natureza e quer um espaço para caminhar e descansar.

killesbergpark-flores

O verão está chegando na Europa e apesar de ouvir as amigas dizendo que ainda está um frio por lá, as flores já despertaram e imagino que os jardins estejam lindo. O Killesberg Park é um local interessante para ser visitado na primavera/verão, como a maioria dos parques, mas há uma torre bem famosa no meio do parque e que é bem procurada até no clima mais frio.

A entrada é gratuita e mesmo sendo um pouco distante do centro é bem fácil de chegar.

killesbergpark-passeio

Nós descemos na frente do parque utilizando o ônibus turístico que passa pelos principais pontos de interesse da cidade, você desce e sobe nos pontos de parada disponíveis e é uma boa pedida para quem não conhece nada da cidade e tem pouco tempo para conhecer tudo. Ele passa pelo museu da Mercedez, pelo Vineyard Walk, Palace Square e outros pontos e museus. Tem o roteiro do ônibus aqui com todas as paradas.

Mas há uma estação do metrô bem na frente de uma das entradas do parque e pontos de ônibus próximos. Basta colocar no google maps que é fácil de achar.

killesberg-park

Nós estivemos lá no final do verão (setembro), estava um calor danado e um dia lindo. O calor era tanto que ficava até difícil ficar longe da sombra, mas as flores estavam maravilhosas e tudo valeu a pena.  Mas já aviso que o parque é enorme e leva um bom tempo para ir de um jardim a outro.

Eu amo flores e logo que entramos no parque, peguei o mapa gratuito no guichê e fomos em busca dos jardins.

killesberg-park-stuttgart

Além dos jardins, como eu comentei no início do posts, a Killesbergturm (a torre de aço com 42 metros) é a atração mais procurada no parque mesmo no inverno, mas  no verão a Killesberg Railway é que faz muito sucesso. Nos trilhos do parque passam duas locomotivas a vapor e duas a diesel e este passeio é pago.

O vídeo acima mostra o funcionamento da locomotiva a vapor que roda pelo parque.

killesbergpark-lavanda

A variedade de flores nos jardins é bem grande. Desde os cactos até delicadas flores. Cada área uma cor predomina e deixa as fotos mais simples, perfeitas.

Quem estiver por lá no verão pode aproveitar a Lichterfest no dia 9 de Julho. O parque fica todo iluminado a noite e pelas fotos que vimos, é lindo.

killesbergpark-lago

O lago é uma gracinha e as crianças ficam horas alimentando os patinhos. Eu confesso que tenho um pequeno trauma, já que quando era pequena fui dar pão para um ganso e tomei uma bela bicada no rosto. A cicatriz eu tenho até hoje. rsrs.

killesbergpark-escultura

No parque há esculturas, um mini zoo, espaço para as crianças e li que tem até um mini parque aquático (que não chegamos a ver). Também há cafés e restaurante.

Aliás, se você gosta de arquitetura, o museu/casa do Le Corbusier fica bem próxima. Falarei mais em outro post.

Informações:

 Killesberg Park (Höhenpark Killesberg) – Am Kuchenhof 16, 70192 Stuttgart

O Spicy Vanilla esteve em Kunzelsau a convite de  Germany Travel

Postado por Cinthia Ferreira em 24-fev-2016

Um passeio por Künzelsau, uma cidadezinha encantadora na Alemanha

Alemanha, Europa, Kunzelsau, MInhas Viagens

capa-kunzelsau

No último post contei sobre nossa chegada a Künzelsau, nosso hotel e os restaurantes que fomos conhecer. Hoje mostro um pouquinho mais desta cidade que eu nunca tinha ouvido falar, pouco se encontra sobre ela na internet, mas que é uma gracinha, gostosa de passear e cheia de história.

Quem quiser saber mais sobre a cidade pode dar uma vidinha neste post do wikipedia, pois foi o pouco conteúdo sobre a cidade que encontrei em inglês, já que nos meus guias ela nem aparece. Há também o site oficial em Alemão. Mais um dos lugares que nós descobrimos por conta do turismo local e foi uma grata surpresa.

Um dia antes de partir para Stuttgart, cidade que eu sempre tive vontade de conhecer, paramos em Künzelsau, onde passamos um dia e uma noite. Neste pouco tempo na cidade nosso compromisso era visitar dois museus, comer e dormir. Nada mal né ?

comercio-kunzelsau

Conforme disse neste post, ficamos hospedados na mini avenida principal, onde há várias lojinhas com coisas lindas e uma rede de comercio geral. Entramos em várias lojinhas e comprei umas coisinhas lindas que mostrei neste post aqui.

Também fomos comer uns docinhos na confeitaria (em Alemão: Konditorei) local e caminhar para cima e para baixo.

mustang-kunzelsau

Fomos conhecer o Mustang Museum, que fica na primeira fábrica da Mustang Jeans e foi ali que foi fabricado o primeiro jeans Alemão. Depois farei um post especial sobre ele no Makeup Atelier pois a história é bem interessante.

castelo-kunzelsau

Depois fomos caminhar pela cidade e claro, olhar o antigo castelo medieval. Hoje é uma escola (me parece que é um colégio interno) e pouco vimos por lá, mas entramos no pátio pois eu adoro ver este tipo de arquitetura. A última foto foi feita do jardim de uma das unidade do hotel Anne-Sophie.

passeio-por-kunzelsau-mapa

Descemos em sentido ao rio e atravessamos a ponte para olhar a paisagem. Lindo lindo. Estava calor e muitas pessoas caminhavam e andavam de bicicleta na região. Fomos de uma ponte a outra, dos dois lados do rio, só contemplando a paisagem.

Na região do rio há umas áreas de recreação, parquinho e campo de jogos.

rio-kunzelsau

Voltando para o centro, resolvemos caminhar mais antes de ir para o nosso jantar. Caminhamos por várias ruas e vielas ao redor da avenida principal. Parecia que estávamos em outro século.

haus-kunzelsau

O que eu mais gostei da cidade foram as casas super antigas, a maioria delas muito bem conservadas. A que me chamou mais atenção foi esta acima, construída em 1581 e 1969 e 1978. Tão linda e tão particular que fiquei louca para entrar e vê-la por dentro.

alemanha-kunzelsau

Mas as ruazinhas da cidade estão repletas destas preciosidades. Detalhes de séculos passados misturados aos materiais de hoje em dia. Ficamos uma hora andando de rua em rua, olhando casas e mais casa. Incrível.

Mais uma surpresa deliciosa no nosso roteiro de carro pela Alemanha. Uma cidade antiga, linda, calma, com hotel e restaurantes excelentes. Então se tiver planos de fazer esta rota, não deixe de dar uma passadinha em Künzelsau.

O Spicy Vanilla esteve em Kunzelsau a convite de  Germany Travel