• #CinthiaNaCozinha | Receitas Doces e salgadas com passo a passo

    Para facilitar a busca de todos, resolvi fazer este post com todas as receitas que foram postadas aqui no Spicy Vanilla. São receitas doces, salgadas e deliciosas. Fotos do passo a passo para ajudar até quem não ainda não tem muita experiência na cozinha. Gire a barra de rolagem e...

    Leia mais...
  • 10 itens para não esquecer na hora de planejar o orçamento da sua viagem

    Pois é pessoal, aproveitei um dos meus 30 dias em Buenos Aires e gravei um vídeo reunindo dicas que muita gente me pede. Falei sobre os 10 itens que você não deve esquecer na hora de planejar o orçamento da sua viagem. No vídeo eu comentei um pouco sobre cada...

    Leia mais...
  • Vídeo | Dicas para fazer compras nos outlets dos Estados Unidos

    Por mais que eu fale de roteiros, passeios e comidinhas, o que mais me pedem são dicas de compras. Então separei umas horinhas desta última viagem para falar sobre os famosos outlets dos Estados Unidos e dar algumas dicas úteis. Há uns 15 anos visitei meu primeiro outlet nos Estados...

    Leia mais...
Postado por Cinthia Ferreira em 20-abr-2017

Dicas para viajar no inverno na Europa com malas de mão

Compras de Viagem, MInhas Viagens, Planejando sua Viagem, Videos

Há alguns anos eu escrevi este post aqui com dicas de itens perfeitos para montar sua mala de inverno. Mas hoje eu resolvi mostrar na prática como eu fiz para montar minha mala para passar um mês no inverno da Europa e ainda dividir a viagem e levar roupas suficientes para 12 dias de viagem usando apenas malas de mão.

Dicas de roupas térmicas, palmilhas de lã, botas e acessórios para não escorregar na neve, casacos perfeitos, melhores cachecóis e várias outras dicas e ideias de looks.

Afinal quem vai viajar de trem para várias cidades, com certeza será mais feliz com malas pequenas e fáceis de carregar.

Neste vídeo eu vou te mostrar as peças que eu levei para a Suíça, dicas de como combinar, como escolher cada peça e onde comprar. Aperte o play ou clique aqui.

Mais dicas…

Ouviram no video que o casaco de lã com plumas é a minha opção preferida para vagem. Levo um grandão na mão saindo do Brasil (ou se você vai comprar lá, que é normalmente o mais indicado, voltar com ele na mão).

Se você vai sem nenhum casaco e não sabe quando encontrará uma boa loja para comprar no destino. Sugiro que compre e mande entregar no seu hotel. Vai pagar mais barato e terá certeza de escolher um modelo do seu agrado e não o que estiver disponível na loja. Confira sempre o tamanho, tente fazer o pedido uns 15 dias antes e envie um email para o hotel avisando que a compra pode chegar antes de você.

Falei das luvas de lã e de flete, mas uma dica ótima é comprar HotHands (tem aqui), uns pacotinhos que você sacode logo que abre o pacotinho e ele mantém suas mãos quentes por mais de 8 horas. São ótimos na neve. Em um dia que ficamos andando na neve eu coloquei um em cada bota e meus pés ficaram super aquecidos.

Peso da bagagem…

Falei no vídeo que os principais trens da Europa ocidental não pesam bagagem e nem verificam nada, mas em outros países isso  pode ser diferente. Aqui eu fiz um post sobre trens no Canadá onde a pesagem é obrigatória e o peso não pode passar do limite.

E se você fará voos internos comprados separadamente dos seus tickets do Brasil, o limite de peso será outro, normalmente 23kg e em alguns caso qualquer bagagem será paga. Então viajar com malas mais enxutas já te ajudarão no voo também.

Agora saindo do Brasil você teria que despachar a mala de rodinha de qualquer forma. Como eu disse no video, o foco é andar com poucas malas no destino para facilitar a locomoção, e  não sair só com bagagem de mão do Brasil.

Posts e vídeo que eu mencionei…

Links de produtos que eu mencionei no vídeo...




Postado por Cinthia Ferreira em 23-dez-2016

Desconto no Cabify, nova alternativa de transporte particular

aplicativos, parceiro spicy vanilla, Planejando sua Viagem

cabify-desconto Hoje o tema aqui é transporte, já que eu virei embaixadora do Cabify (ganhe sua primeira de até 20 reais corrida usando o código DESCONTOCIFERREIRA) , estou adorando este novo sistema de transporte aqui de São Paulo e algumas capitais e tenho desconto para vocês.

Depois de andar meio decepcionada com a qualidade do serviço Uber aqui no Brasil (nos EUA e em outros lugares do mundo ainda usamos muito) uma amiga me indicou a Cabify dizendo que eles estavam mais seguros e eficazes que o Uber. Testei, aprovei e agora não troco mais, uso todas as semanas.

A Cabify foi lançada aqui no Brasil em Junho (no mundo existe desde 2011) e ainda está crescendo por aqui. Ainda são poucas cidades (São Paulo, Rio, Belo Horizonte e Porto Alegre) mas tem tudo para crescer.

cabify-como-usar

Alguns diferenciais:

  • O Cabify não tem tarifa dinâmicas. Eles só cobram pelo km rodado e não pelo tempo da viagem, ou seja, se ficar parado no trânsito, não paga a mais por isso isso é ótimo em São Paulo.
  • É possível fazer reservas de corridas. Ou seja, você define um horário que quer sair e um motorista estará lá para te buscar.
  • Fazem uma seleção de motoristas bem mais rigorosa que os concorrentes para melhorar o atendimento e a segurança do passageiro. O motorista passa por vários testes, tem que levar antecedentes criminais e toxicológico, e o carro é todo verificado.
  • O Cabify também fornece água para os motoristas entregarem aos seus passageiros, dá bônus para motoristas que recebe boas notas e fazem várias corridas e exige um bom atendimento ao cliente. Por isso que é muito importante a nota que damos no final da corrida.

Ah, e o Cabify só aceita pagamento pelo aplicativo o que é mais prático e mais seguro.

Mas chega de blá blá blá que eu sei que vocês querem mesmo o desconto. Sim, basta instalar o aplicativo que você ganhará 20 reais de crédito. Pode usar em uma ou duas viagens, dependendo do valor. E fiquem atentos que sempre tem descontos novos.

cabify-cupom-desconto

Baixe grátis o Cabify na loja de aplicativos do seu celular (Apple aqui e Android aqui) , faça seu cadastro e registre uma forma de pagamento (cartão de crédito ou PayPal), digite DESCONTOCIFERREIRA e pronto, já pode começar usar e solicitar o seu motorista.

E fiquem atentos que a empresa dá mais descontos todos os meses. Deixem este post nos favoritos que sempre que rolar um cupom novo eu voltarei aqui para atualizar.

Desconto vigente no momento já que depois de ganhar corrida grátis até 20 reais usando o DESCONTOCIFERREIRA você pode usar estes abaixo e ganhar mais descontos.

Desconto atualizado para São Paulo em JANEIRO 2017

Com o código DESCUBRASP você terá 15% OFF em 10 viagens em São Paulo finalizadas até as 21h59 do dia 08/02/2017, com desconto máximo de R$20 por corrida.

Postado por Cinthia Ferreira em 19-jul-2016

Berlim e Região | Como chegar a Potsdam e ao Sanssouci Park

Alemanha, Berlim, Europa, MInhas Viagens, Planejando sua Viagem, Potsdam

como-chegar-potsdam-parque-sanssouciNo post de hoje eu falo como fizemos para chegar a Potsdam e ao Sanssouci Park, onde estão os belíssimos palácios da antiga Prússia. Estávamos hospedados em Berlim (neste hotel aqui) e separamos um dia da viagem para conhecer o incrível parque que fica na cidade de Potsdam, mais ou menos uma hora da estação central de Berlim.

Veja todos os posts sobre Berlim AQUI

O primeiro passo é saber que você está indo para a cidade de Potsdam e não para o bairro (??) de Berlim que leva o mesmo nome. Então, o ponto da nossa partida será a estação de trem central de Berlim.

O segundo passo na verdade deveria ser o primeiro, já que nesta altura do campeonato você já está em Berlim e já tem o seu cartão de transporte. Então se pretende visitar Potsdam, compre o cartão que dá direito as áreas A, B e C, senão você terá que comprar um ticket extra para ir até lá.

Com o ticket na mão é só pegar o trem para a cidade de Potsdam. O google maps ajuda muito e dá para seguí-lo direitinho sem ter que pedir dicas em alemão.

como-chegar-potsdam

Então vamos ao nosso passeio…

Saímos do hotel por volta das 9 horas para conseguir ter tempo de andar conhecer bem os palácios. O Sanssouci Park é imenso, demanda muito tempo para a visita, se quiser conhecer os palácios e os jardins, prepare-se para uma bela caminhada. Foi o dia que mais caminhamos.

Há duas formas de ir até o parque Sanssouci depois de pegar o trem para a Potsdam (vou mostrar as duas neste post). A primeira é a que a maioria dos turistas escolhem e perfeita para quem quer tudo mais prático parando na porta do Sanssouci Palace.

Pegamos o trem que vai para a cidade de Potsdam e depois de uns 35 minutos e alguma paradas, descemos na estação Potsdam Hbf. Na frente da estação há vários ônibus parados que levam para o Sanssouci Park. Consulte a numeração dos ônibus, siga os turistas com cara de que sabem o que estão fazendo rs ou anote o nome do parque em um papel e mostre para algum motorista de ônibus caso você não fale Alemão.

Nós optamos pelo amigo google, mas confirmamos com um motorista.

No mapa abaixo os ônibus que levam até o parque.

 

Pegamos o ônibus local e depois de passar pelo meio da cidade de Potsdam, descemos bem na frente de uma das entradas do parque. É só sair junto com a turma e não tem erro. Ali perto da entrada há o restaurante Movenpick e é uma delícia. Se tiver planos de almoçar lá este é o momento de fazer a reserva.

entrada-parque-sanssouci

Chegando na entrada do parque você deve se dirigir ao prédio que fica bem em frente para comprar seu ticket (este que aparece ai na foto) e reservar o seu horário de visitação. Nós tivemos que esperar uns 40 minutos para poder entrar. Então quem quiser pode comprar o ticket para os palácios aqui no site.

Há alguns tipos de ingressos individuais e para família. Nós pegamos um que dava direito a entrar nos palácios e no moinho. Quem quiser fotografar paga uma taxa de 3 dólares a mais e eles te dão um fitinha para por no braço. Então já adicionem isso no preço, pois é triste não poder fotografar tantas coisas lindas.

Aproveitamos o horário de espera da nossa visita para visitar a maravilhosa Picture Gallery.

Abaixo a foto do mapa com os pontos de visita no parque. Aqui tem a página clicável para ver cada ponto.

mapa-parque-sanssouci

http://www.germany.travel/pt/cidades-e-cultura/cidades/historic-highlights-of-germany/potsdam.html

Como eu disse, há duas formas de ir até o parque Sanssouci depois de pegar o trem para a Potsdam. A primeira que escolhemos na chegada é a que a maioria dos turistas escolhem e perfeita para quem quer tudo mais prático, parando na porta do palácio. Nossa opção da volta, já que estávamos no Neues Palais,  preferimos ir a pé até a estação de trem que dá 1km de distância.

Tem ônibus que faz este trajeto mas estava demorando muito e preferimos caminhar. No mapa abaixo eu mostro o Sanssouci Palace, onde nós entramos, o trajeto dentro do parque até o Palácio novo (Neuen Palais) que foi mais longo pois entramos nos jardins para ver outros pontos e construções. E o último trajeto é da saída do parque até a estação Potsdam Park Sanssouci para pegar o trem que voltava para Berlim. Então, notem que na volta não utilizamos ônibus e o caminho entre a estação de trem e o parque é mais curto. Quem quiser pode chegar e voltar por esta estação de trem no lugar de descer na central.

Mas já deu para ter uma ideia do tanto que caminhamos, né ? Lá dentro do parque há ônibus que fazem o trajeto entre um palácio e o outro mas não vimos nenhum passando e fizemos tudo a pé mesmo.

jardins-parque-sanssouci

No próximo post eu mostro os palácios e o Park Sanssouci. Mas aí vão algumas perguntas que já me fizeram sobre o passeio:

Vale a pena deixar de ficar um dia em Berlim para “gastá-lo” em Sanssouci ?

Se você ama palácios, ama história, ama velharia e ama jardins, vale. Eu sou apaixonada por este tipo de passeio e teria ficado frustrada se não tivesse conhecido. É lindo demais. Só não iria se tivesse chovendo ou muito frio.

O que vestir e o que levar ?

Nós fomos no verão, mas pegamos um dia frio e nublado pela manhã e eu passei um frio lascado nos jardins, até o sol resolver aparecer. Então lembre-se de ir com roupa aquecida se estiver frio, usar um calçado muuuuito confortável, pois você andará muito, e levar um guarda chuva se for o caso.

O parque é grande então tenha sempre mãos uma garrafinha de água, pois no verão o calor na Alemanha é de matar.

Nós fomos no final do verão então apesar do dia mais frio, ainda estava calor.  A Martinha do Viajoteca fez o passeio no fim do outono e contou aqui.

Quanto tempo dedicar ao passeio ?

Depende do seu ânimo e do que quer conhecer. Nós resolvemos que conheceríamos somente o Sanssouci Park e entraríamos nos dois palácios e na galeria. Mas passamos umas 7 horas por lá (com uma hora de almoço) e não vimos nem metade. Quem quiser apreciar bem a região pode até cogitar em passar a noite por lá.

Se o foco é só dar uma olhadinha nos palácios do parque e pegar o transfer entre um e outro, umas 4 horas pelo menos, mas eu não me imagino correndo assim.

Quero voltar para lá outro dia e ver os demais palácios que ficam fora do parque. Tem muita coisa na região.

.

Informações:

Park Sanssouci – Zur Historischen Mühle 1, 14469 Potsdam, Alemanha