• #CinthiaNaCozinha | Receitas Doces e salgadas com passo a passo

    Para facilitar a busca de todos, resolvi fazer este post com todas as receitas que foram postadas aqui no Spicy Vanilla. São receitas doces, salgadas e deliciosas. Fotos do passo a passo para ajudar até quem não ainda não tem muita experiência na cozinha. Gire a barra de rolagem e...

    Leia mais...
  • 10 itens para não esquecer na hora de planejar o orçamento da sua viagem

    Pois é pessoal, aproveitei um dos meus 30 dias em Buenos Aires e gravei um vídeo reunindo dicas que muita gente me pede. Falei sobre os 10 itens que você não deve esquecer na hora de planejar o orçamento da sua viagem. No vídeo eu comentei um pouco sobre cada...

    Leia mais...
  • Vídeo | Dicas para fazer compras nos outlets dos Estados Unidos

    Por mais que eu fale de roteiros, passeios e comidinhas, o que mais me pedem são dicas de compras. Então separei umas horinhas desta última viagem para falar sobre os famosos outlets dos Estados Unidos e dar algumas dicas úteis. Há uns 15 anos visitei meu primeiro outlet nos Estados...

    Leia mais...
Postado por Cinthia Ferreira em 25-nov-2014

#CinthiaNaCozinha| Receita de crepes com doce de leite caseiro

doces, Gastronomia, Receitas

crepe_doce_capa

Ufa, depois de duas viagens e mais um mês em casa botando ordem nas coisas, consegui fotografar uma receitinha que vocês sempre me pedem, o clássico crepe. Mas aproveitei para dar uma incrementada na receita fazendo um Crepe com doce de leite caseiro. Duas receitas em uma, e ambas fáceis e com poucos ingredientes.

Mas eu sei que vai ter um montão de gente que vai falar que para fazer doce de leite é só cozinhar uma lata de leite condensado na pressão, mas tem coisa mais legal do que poder falar que aquele doce delicia, fresquinho e sem aditivos, foi você que fez ? Dá trabalho mas dá orgulho também rs.

doce_de_leite_ingredientes

Para fazer doce de leite em casa é simples, porém demorado. Já vi gente que usa glucose, já vi em um curso, chefe que usa só leite e açúcar mas eu usei um pouco de bicarbonato e segui o passo a passo que a Raiza do Dulce Delight deu e coloquei um pouco de baunilha, pois os doces de leite argentinos levam baunilha na composição.

Aqui o importante é fazer o doce com leite de garrafinha ou de saquinho, daqueles que ficam na geladeira do mercado (se rolar um fresquinho da fazenda, melhor ainda). O ideal é usar a versão integral, mas quem quiser um leite menos gorduroso pode tentar usar um semidesnatado como eu fiz, mas o sabor não é tão bom. O que não rola é usar leite longa-vida de caixinha. Eu sou teimosa, já tentei e não dá certo rs.

Ingredientes:

1 litro de leite (não pode ser longa vida);

500 g de açúcar (dá fazer com pouco menos açúcar pois assim ele fica mega doce. Dizem que o ideal é açúcar cristal, mas eu só tinha este em casa então… );

1/2 colher de sopa de bicarbonato de sódio.

uma colher de extrato de baunilha (opcional)

Panela com fundo grosso. Eu usei uma de ferro.

doce_de_leite_caseiro_receita

Coloque o leite e o açúcar para ferver mexendo sempre. Assim que o açúcar dissolver abaixe o fogo e acrescente o bicarbonato.

Vai rolar uma espumona. Há receitas que dizem para mexer bem até esta espuma dissolver, enquanto a dica da Raiza é retirar toda espuma que formar.

Agora é só cozinhar sem parar de mexer, até ele chegar no ponto desejado. Isso leva quase duas horas ou até mais. Se for usar a baunilha, deixe para colocá-la quando começar engrossar.

Depois de uma hora e pouco ele ainda parecerá líquido e você terá certeza que errou a receita, mas espere que uma hora ele começará engrossar.

Não esqueça que depois que o doce de leite esfria ele endurece então pode retirar do fogo um pouco antes da consistência que você imagina.

panquecas_receita_ingredientes

Agora se você não quiser fazer o seu doce de leite e tem medo de panela de pressão, se joga no argentino La Salamandra que é muito bom e já tem em vários mercados.

Doce pronto, vamos ao crepe….

O crepe que na minha opinião é mais leve que panqueca, também tem várias receitas. A de hoje eu tirei do livro A pequena Cozinha em Paris de Rachel Khoo,  que pode ser utilizado para recheios doces ou salgados.

Ingredientes…

200g farinha de trigo;

2 ovos;

600 ml de leite (+ ou -);

uma pitada de sal;

uma pitada de açúcar (quando eu quero o crepe doce eu coloco uma colher de sopa de açúcar e umas gotinhas de baunilha);

manteiga derretida para untar a frigideira.

panquecas_receita_basica

Coloque a farinha em uma tigela, quebre os ovos no meio e vá misturando enquanto adiciona o leite aos poucos.

Para o crepe não ficar borrachento, não pode bater. Misture com delicadeza para não ativar demais o glúten da farinha.

A massa deve ficar bem lisa e quando fica algum pedacinho eu acabo passando por uma peneira grossa.

Coloquei os dois “pontos” de massa. Na primeira foto ficou um pouco grosso, o que impede que o crepe fique fininho. Depois coloquei mais leite e a massa ficou mais líquida e fácil de espalhar na frigideira, e assim que eu gosto.

Massa pronta, coloque na geladeira e deixe por uma hora. Dizem que pode deixar para o dia seguinte, então é perfeito para quem quer fazer um café da manhã especial.

panquecas_como_fazerPegue uma frigideira do tamanho ideal para o crepe que você imagina. Eu prefiro as grandes pois gosto de dobrar o crepe duas vezes. Se você quiser dobrá-lo apenas ao meio, pode ser uma panela menor.

Unte com a manteiga derretida. O sabor da manteiga dá um gostinho especial, mas se quiser, pode usar Pan.

Coloque massa suficiente para cobrir o fundo da frigideira, mas ficar uma camada fina. Coloque a massa e rode a frigideira até cobrir tudo.

Frite bem de um lado e vire a massa com a ajuda de uma espátula ou deixando-a bem soltinha e jogando para o alto igual chef ;) Só deixar o pulso (Ci Rachel que me ensinou) solto e treinar que logo logo você pega o jeito.

Eu gosto da massa assim, com pedacinhos bem dourados e bordinha crocante.

crepe_doce_de-leite

Crepes pronto, hora de montar.

Coloque o recheio, no caso o doce de leite, na metade da massa e é só dobrar ao meio e ao meio de novo. Ou invente sua própria forma. Dá para fazer rolinhos, dobrar só ao meio ou até uma trouxinha amarrada.

crepe_frances

Depois é só decorar com frutinhas e polvilhar açúcar impalpável por cima. Não é uma sobremesa fácil e gracinha ?

Você pode usar a massa para crepes doces flambados ou crepes salgados. Basta usar a criatividade.

panquecas_receita_doce

 Espero que façam seus crepes em casa. Bom apetite!!!

Agora se você prefere uma pancake daquelas americanas só que feita com leite condensado, clica aqui que tem uma receitinha ótima e mega fácil.

Aproveite e siga minhas aventuras gastronômicas no instagram (@makeupatelier) e pesquise por #cinthianacozinha.

Para ler todas as receitas que eu já postei aqui no blog é só clicar aqui.

Postado por Cinthia Ferreira em 18-nov-2014

Onde comer em Banff | O grego Balkan e o regional The Bison.

Banff, Canadá, Gastronomia, MInhas Viagens, Teste de Sabor

onde_comer_banff

Vários posts de Vancouver e agora voltamos para Banff. Hoje falarei sobre dois restaurantes deliciosos que conhecemos na cidade e merecem ser indicados.

Vocês sabem bem que nós amamos comidinhas boas, então basta chegarmos em uma determinada cidade para rolar uma busca por “melhores restaurantes em Banff” ou outra cidade qualquer. Como não deu muito tempo de pesquisar antes, foi tudo meio em cima da hora, mas acabou dando certo na maior parte das vezes.

onde_comer_banff_grego

O primeiro restaurante que resolvemos jantar foi meio a contra gosto, já que eu tinha lido que ele era um dos restaurantes turísticos mais procurados e eu sempre fujo destes locais. Mas como adoro comida grega (apesar de que fomos em um grego conhecido em Vancouver e não curtimos nadinha), demos uma chance e lá fomos nós conhecer o Balkan The Greek Restaurant.

Chegamos erroneamente sem reserva em pleno verão canadense e só conseguimos uma mesa pois outras pessoas faltaram e conseguiram nos encaixar. O Balkan fica na avenida principal, há poucas quadras do nosso hotel. O local internamente é simples, rústico, pequeno, mas cheio de mesas para todos os cantos. Confesso que eu odeio restaurante cheio e barulhento, mas lá o clima é tão divertido que foi ótimo. Desde o atendimento até a incríiiiiivel comida.

Chegamos bem na hora do show, então foi escolher nossos pratos enquanto assistíamos a simpática dançarina do ventre que interagia com todos os clientes. Muito animado e divertido. Depois da dança rolou uma animação geral com clientes que aprenderam a dancinha grega finalizada com arremesso de pratos no chão. Lógico que é tudo coisa para turista ver, mas foi muito engraçado.

onde_comer_banff_balkan_greek

Os pratos são generosos, tem um preço super bacana e o sabor é muito bom. O bolinho recheado de queijo de cabra me dá água na boca cada vez que eu vejo esta foto.

onde_comer_banff_balkan

Tudo que pedimos estava divino. Gostamos tanto que voltamos para mais um jantar em nossa última noite na cidade (desta vez com reserva). Portanto, se você vai para Banff, coloque o Balkan no seu roteiro pois vale muuuito a pena pela diversão, mas, principalmente, pelas comidinhas.

onde_comer_banff_sobremesa

Dicas: Reserve antes direto pelo aplicativo de celular ou pelo telefone mesmo, verifique os dias e horários de shows. Não são todos os dias que há apresentações e não dispense as entradinhas pois como eu disse, são incríveis.

Balkan The Greek Restaurant – 120 Banff Avenue – Banff – (403) 762 3454

onde_comer_banff_the-bison

O segundo restaurante do post é o The Bison. Este fica em uma rua paralela a avenida principal, e é um dos mais cotados da região.

O conceito do The Bison é ser um restaurante rústico e elegante com cardápio autoral e ingredientes regionais. A chef  Liz Gagnon se orgulha em dizer que grande parte dos ingredientes utilizados são de produtores do Estado e baseado na sazonalidade de cada um.

No cardápio há pratos rápidos, massas, carnes elaboradas e frutos do mar. Por usar ingredientes especiais, o menu tem um preço mais elevado, mas nada surreal. No site vocês poderão conferir os pratos e os valores atualizados.

onde_comer_banff_bison

A apresentação dos pratos é linda e super interessante. Bandejas de madeira, telhas e ardósia.

As sobremesas estavam deliciosas e o único defeito é que eram menores do que a minha vontade rs.

onde_comer_banff_desert

O local é muito agradável, tem uma vista linda, luz de velas e é super concorrido. No The Bison a reserva antecipada é super indicada (dá para fazer direto no site), principalmente em alta temporada.

Só abre as 5 da tarde, para o jantar, e tem brunch aos domingos.

The Bison Restaurant & Terrace –  213, 211 Bear Street – BANFF, AB, CANADAOPEN NIGHTLY

Ainda farei um post sobre café da manhã e outras comidinhas na cidade. Aguardem!

Siga meu perfil no instagram (@makeupatelier) e siga a hashtag #spicyvanillanocanada ou #spicyvanillaembanff para ver mais dicas.
Para ver todos os posts sobre Banff, clique aqui.
Para ver todos os posts sobre o Canadá, clique aqui.
Para ver como foi o roteiro desta viagem, clique aqui.


Postado por Cinthia Ferreira em 17-nov-2014

Como usar celular pré pago no Canadá

Canadá, Planejando sua Viagem, Turismo

celular_pre_pago_canada

Mais um post da série “celulares pré pagos pelo mundo”. Hoje falarei de duas operadoras que testamos no Canadá em nossa última viagem. Clique aqui para ver o roteiro completo de nossa viagem e ver onde utilizamos o celular.

Nós fomos apenas para o oeste canadense, mas pelo que vi, estas duas operadoras que testamos (Fido e Rogers)  também existem em outras partes do país e no site dá para ver o valor de cada região.

Tudo começou assim…

Chegamos em Calgary e no dia seguinte fomos até um shopping em busca do sim card pré pago para o celular. Achamos um que tinha quiosque da Fido, empresa que eu nossas pesquisas tinha o melhor custo benefício. Compramos o cartão, colocamos crédito e se não me engano saiu 65 dólares o pacote com 1gb de dados e o menor pacotes de minutos possível (pois o que usamos mesmo é a internet).

O atendente fez as configurações necessárias, habilitou o plano e os fones começaram funcionar mas o 4G de 2 aparelhos não (compramos 3) não. Andamos no shopping para ver o que acontecia e nada. Voltamos no quiosque e depois de verem que era um problema da rede, não saberiam se voltaria a funcionar e já estávamos a caminho de Banff, ficamos com um que estava funcionando e devolvemos os outros para comprar um novo sim card em Banff.

Chegando em Banff descobrimos que a única loja mais perto do nosso hotel era da Rogers que fica no subsolo de em um mini shopping da avenida principal (o Cascade Shops). Fomos comprar mais dois chips e instalar os planos e percebemos que o pacote da Rogers sairia uns 15 dólares a mais e nós mesmos teríamos que fazer a ativação em um computador.

Como não tínhamos opção, compramos e fomos para o hotel ativar e escolher os pacotes. Se você comprou sim card da Rogers também deverá fazer isso. Entre aqui no site, vá preenchendo os campos com todos os dados solicitados e escolha seus pacotes. Como só sabíamos o que iríamos querer, no quiosque mesmo já colocamos saldo suficiente para plano de dados.

Finalmente estávamos com todos os aparelhos funcionando perfeitamente.

Chegando em Vancouver, depois de duas semanas de viagem, precisamos colocar mais crédito tanto do da Fido quando no da Rogers. O plano de dados de 1 gb para quem sobe muita foto voa.

Na avenida que nos hospedamos (falei do hotel aqui) havia uma loja da Fido e uma da Rogers. Na Fido foi só comprar créditos que o vendedor mesmo já fez o procedimento e a internet já voltou a funcionar. Na Rogens tivemos problema com o sistema não conhecia nosso cadastro e perdemos mais de uma hora na loja tentando resolver. No final das contas o vendedor resolveu nos dar um sim card novo pois nem ele conseguia ajudar :(.

Abaixo os planos da Rogers (Agosto 2014)

celular_canada-rogers

Abaixo os planos da Fido (Novembro 2014)

celular_canada_fido

Resumindo, lá as operadoras tem pacotes que você monta como achar melhor. Escolhe o que precisa de ligações locais e quanto necessita de dados. Olhe bem as tabelas oferecidas.

Nós sempre escolhemos o menor plano possível de voz e mensagens e o máximo possível de dados. Ligamos pouco e usamos mais skype e redes sociais para comunicação com o Brasil. Ligações locais mesmo só utilizamos para falar com algum hotel ou restaurante.

celular_canada_sim_card

Fido ou Rogers ???

Achamos que a Fido tem promoções mais interessantes e tem a vantagem de mesmo no quiosque, o cliente já sair com o fone funcionando.

Tanto uma quanto a outra funcionaram bem na maioria dos lugares que visitamos no Canadá.

Na hora de recarregar, também achamos a Fido mais fácil e rápido.

Nenhuma das operadoras permite compartilhamento de sinal (acesso pessoal).

Resumindo, um pouco mais chatinho e mais caro do que as opções dos Estados Unidos, mas é um mal necessário para quem não vive sem celular/internet.

Também vale lembrar que nós que fomos para os EUA e Canadá na mesma viagem, tivemos que usar um chip de cada país pois os pré pagos não funcionam fora.

Ps: lembrem-se que o aparelho deve ser desbloqueado para poder receber chip de outra operadora em qualquer lugar do mundo. Verifique se o seu aparelho está ok antes de sair do Brasil.

Siga meu perfil no instagram (@makeupatelier) e siga a hashtag #spicyvanillanocanada para ver mais dicas.
Para ver todos os posts sobre Vancouver, clique aqui.
Para ver todos os posts sobre o Canadá, clique aqui.
Para ver como foi o roteiro desta viagem, clique aqui.